Se encuentra usted aquí

Dia da Construção Social registra 51 mil atendimentos no Estado

O Dia da Construção Social atingiu 4.926 pessoas no último sábado em Porto Alegre, Sapucaia do Sul, Santa Cruz do Sul, Capão da Canoa e Pelotas, registrando um total de 51.667 atendimentos nas áreas de saúde, educação, lazer e cidadania. O evento foi promovido pelo Sesi-RS em parceria com o Sinduscon-RS em Porto Alegre, Capão da Canoa e Santa Cruz do Sul, juntamente com o Sindicato dos Trabalhadores da Indústria da Construção Civil, e com o Sinduscom de São Leopoldo, e Sindicato dos Trabalhadores da Construção Civil e Sindicato dos Trabalhadores do Mobiliário da cidade, em Sapucaia do Sul. Em Pelotas, o Sesi-RS teve como parceiros o Sinducon e STICC da cidade.

O diretor-superintendente do Sesi-RS, Edison Lisboa, destacou o crescimento do evento que, em sua 6ª edição, está alcançando ainda mais trabalhadores do setor. "É possível fazer mais quando estamos juntos", lembrou em seu pronunciamento no Sesi Rubem Berta em Porto Alegre, ressaltando a importância da Construção Civil para o desenvolvimento do Estado e do País. "Este evento fica cada vez melhor. Tanto que estamos ampliando o atendimento para outras cidades, levando qualidade de vida aos trabalhadores do setor", destacou Paulo Vanzetto Garcia, presidente do Sinduscon-RS. O secretário de Justiça do Estado, Fabiano Pereira, enfatizou que o evento valoriza os trabalhadores e suas famílias. "É um trabalho importante, pois valoriza os trabalhadores de um setor estratégico para o País. Um setor que não teve medo da crise e gerou emprego e renda". O Centro de Atividades do Sesi Rubem Berta recebeu 1.821 pessoas. A maior procura foi nas áreas de educação e saúde. O show de Neto Fagundes encerrou o evento.

O presidente do Sinduscom-SL, José Antônio Weissheimer, salientou que em Sapucaia do Sul o evento foi "o coroamento da Semana Interna de Prevenção a Acidentes de Trabalho (Sipat) Comunitária realizada em 12 empresas da região e que alcançou 2,5 mil trabalhadores". O CAT da cidade teve público de 1.136 pessoas, registrando 14,6 mil atendimentos.

Pelotas alcançou 1.160 pessoas, no Sesi local. A maior procura foi ocorreu na área de lazer e nos minicursos do Senai-RS. Já em Santa Cruz do Sul, o CAT registrou 470 pessoas que buscaram 2,2 mil atendimentos, enquanto em Capão da Canoa, 309 trabalhadores da indústria receberam 2,5 mil atendimentos.