Se encuentra usted aquí

Avaliadores também aprendem na Olimpiada do Conhecimento

Não são apenas os competidores que se superam ao longo das disputas da Olimpíada do Conhecimento e World Skills Americas 2010. Os avaliadores, que julgam os trabalhos dos alunos, aprendem muito a cada edição do evento. Alem de buscar informações técnicas sobre as provas de cada ocupação, a função é uma espécie de curso prático em relação interpessoal.

"São idéias, culturas e pensamentos diferentes, além de métodos de trabalho igualmente distintos. Então, para chegar a um consenso sobre notas e avaliações, muita coisa acaba sendo decidida em votação", comenta, Gabriel Escopel, avaliador de metrologia dimensional e campeão da modalidade na Olimpíada do Conhecimento em 2008, em Porto Alegre.

Mais complicada ainda é a situação de Gustavo Wernes, da ocupação de design de moda. Alem dos critérios técnicos, há também muitos itens subjetivos. "Tudo se torna muito relativo porque não se tem parâmetro. Não existe certo e errado. Há o diferente. Então, é preciso muito diálogo e ética para não prejudicar nenhum competidor", ressalta.

As competições da Olimpíada do Conhecimento e do World Skills Americas 2010 terminam neste sábado à tarde. A cerimônia de premiação acontece no domingo à noite.