Se encuentra usted aquí

Meio Ambiente

Olimpíada ecologicamente correta

Os técnicos do Senai fizeram os cálculos e concluíram que 19 toneladas de resíduos serão geradas até o final da etapa gaúcha da Olimpíada Nacional do Conhecimento, sendo que 14 delas serão reaproveitadas, com a doação do material a uma cooperativa de catadores, que vai fazer a triagem e o encaminhamento para a reciclagem. Além do lixo físico, a competição também gerou cerca de 290 toneladas de dióxido de carbono, que inclui desde a viagem de avião dos participantes ao consumo de energia nas ocupações. Toda esta emissão será neutralizada dentro de 20 anos, com o plantio de 700 árvores nativas na cidade de Maquiné, no litoral gaúcho.