Se encuentra usted aquí

Cultura

Crescendo com Arte completa dez anos e inicia interiorização

Projeto do Sesi-RS traz espetáculos infantis gratuitos para escolas públicas

"Por um Punhado de Jujubas" é a peça teatral que marca os dez anos do Projeto Sesi Crescendo com Arte e que será realizado dia 4 de setembro, em duas sessões: às 10h30min e às 15h, no Teatro do Sesi, em Porto Alegre. O espetáculo, que será apresentado para 1.150 crianças da rede de escolas convidadas e cadastradas na entidade, é uma comédia musical infantil de Luiz Henrique Palese, Adriane Mottola e Cacá Corrêa, com músicas de Ricardo Severo. Uma bruxa, para realizar seu feitiço, precisa de dois pés esquerdos de princesas e vai atrás deles em uma grande aventura pelo Velho Oeste, Índia, Chicago e Peru. Maga Magrela (a bruxa) tem à sua disposição, por um punhado de jujubas, seu servo Gork. As princesas têm como aliado o detetive Bob Joe. As escolas interessadas em se cadastrar em Porto Alegre deverão entrar em contato pelo telefone: 0800 51 85 55.

A partir deste mês, o Crescendo com Arte começa a viajar para o Interior. Dia 25 estará no Colégio Mauá, em Santa Cruz do Sul, com a peça "O Menino da Cabeça de Cebola", de Ronald Radde, e dia 26, haverá apresentação no Theatro Treze de Maio, em Santa Maria. Em outubro, a peça "Pandorga da Lua", de Ricardo Freire, estará dia 9 em Caxias do Sul, no Teatro São Carlos (14h e 16h) e dia 10 em Bento Gonçalves, no Auditório UCS (14h, 16h). Já o musical "O Planetinha Água", de Beto Hermann, estará nos dias 30 de outubro, no Cine Teatro Coliseu, em Camaquã, às 14h e 16h, e em Pelotas, dia 31, no Theatro Sete de Abril (às 14h e 15h30min).

A idéia do Sesi-RS é dar oportunidade aos estudantes das escolas distantes da Região Metropolitana de Porto Alegre a também vivenciarem o lazer com aprendizado do teatro. O Crescendo com Arte, voltado para crianças de 7 a 14 anos, cadastra escolas em todo o Estado para os eventos, despertando a sensibilidade artística nos alunos. Uma vez por mês, um espetáculo é oferecido gratuitamente. São mais de 600 escolas cadastradas e, em 10 anos, mais de 100 mil crianças participaram do projeto. Mais de 10 escolas assistem às apresentações, com cerca de 100 crianças cada.