AV. ASSIS BRASIL, 8787, SARANDI, PORTO ALEGRE-RS | CENTRAL DE ATENDIMENTO 0800 51 8555 

Se encuentra usted aquí

cidadania

O embaixador da França no Brasil, Michel Miraillet, disse nesta quinta-feira (1º), durante visita à Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (FIERGS), que o presidente Emmanuel Macron lhe incumbiu de incrementar as relações comerciais e econômicas em todas as áreas com o Brasil. “Isso não se resume apenas a São Paulo e Rio de Janeiro, precisamos aumentar nossa presença no Rio Grande do Sul, Estado atraente por seu desenvolvimento e recursos humanos de alto nível”, disse Miraillet, que foi recebido pelo presidente da FIERGS, Gilberto Porcello Petry.

A multinacional francesa Lactalis, a maior no segmento de lácteos no mundo, inaugurou, nesta quarta-feira (28), a nova linha da unidade de Teutônia, onde serão produzidos leite UHT em garrafas PET, além de manteigas especiais. A inauguração é resultado de um investimento de R$ 104 milhões, anunciado em 2016, durante a missão internacional liderada pelo governador José Ivo Sartori à França, que contou com a presença também, na ocasião, do atual presidente da FIERGS, Gilberto Porcello Petry. “Estive no anúncio desses recursos, em Paris, e essa missão se materializou.

O ano de 2018 começa bem para a indústria gaúcha, aponta a Sondagem Industrial, divulgada nesta terça-feira (27) pela Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (FIERGS). O índice que mede a evolução da produção alcançou 52,8 pontos em janeiro, o que denota um crescimento em relação a dezembro de 2017. Desde 2013, o índice não ficava acima de 50 pontos no primeiro mês do ano. Da mesma forma, o emprego (53 pontos) mostrou o primeiro crescimento no mês em oito anos. “O cenário de recuperação deve persistir nos próximos meses.

A 11ª edição do Dia da Construção Social, uma iniciativa da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC), realizada pelo Sesi em conjunto com sindicatos das indústria da construção, registrou no último sábado 28,8 mil atendimentos. O Sinduscon-RS, juntamente com o de Pelotas e Noroeste do Estado, foram parceiros com as atividades em Santa Rosa (Centro de Atividades do Sesi), Pelotas (Centro de Atividades do Sesi), Santa Cruz do Sul (Centro Esportivo do Sesi), e em Capão da Canoa (ginásio municipal).

A Fundação Gaúcha dos Bancos Sociais, criada pelo Conselho de Responsabilidade Social e Cidadania da FIERGS, teve seu projeto selecionado pelo Programa Sage Enterprise Fund, que apoia ideias inovadoras de instituições sem fins lucrativos. Lançada neste ano, a iniciativa global da Sage Foundation – entidade ligada à multinacional britânica de tecnologia Sage – doará U$10 mil à Fundação Gaúcha dos Bancos Sociais. “A área do terceiro setor é uma das mais atingidas pela atual crise política e econômica do país.

O gerente de Assuntos Corporativos da Coca-Cola Femsa Brasil, Rodrigo Simonato, revelou ao presidente da FIERGS, Heitor José Müller, em encontro na sede da Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul, nesta quarta-feira (8), o interesse da companhia em “participar ativamente de programas de responsabilidade social e meio ambiente”. Para isso, entende Simonato, é importante a parceria da empresa com a entidade industrial gaúcha.
Conhecer a metodologia da Rede de Bancos de Alimentos da Fundação Gaúcha dos Bancos Sociais foi o objetivo da visita do senador Lasier Martins (PDT/RS) à sede da instituição na tarde desta sexta-feira. A ideia é contribuir com a criação de uma lei abrangente, para evitar o desperdício de alimentos e alcançar todas as etapas da cadeia alimentar, desde a lavoura, passando pela comercialização e chegando à mesa do consumidor. Hoje, tramitam no Senado três projetos diferentes que tratam sobre o mesmo tema.
 
O trabalho realizado pelo Banco de Alimentos, da Fundação Gaúcha dos Bancos Sociais, vinculada ao Sistema FIERGS, servirá de exemplo para a elaboração ou complementação de projetos no Senado. Com esse objetivo, a senadora Ana Amélia Lemos (PP-RS) visitou as instalações da entidade, nesta sexta-feira, e conheceu o modelo de trabalho desenvolvido no Rio Grande do Sul há 15 anos. “É um trabalho colaborativo da sociedade com a participação de empresas, no processo logístico da distribuição e das universidades com o conhecimento.
 
Há 15 anos um grupo de empresas, sindicatos, entidades e clubes de serviços se uniram e criaram o primeiro Banco de Alimentos do Brasil.
 
Para ajudar a combater a fome no Brasil, no ano 2000, um grupo de empresas, sindicatos, entidades e clubes de serviços reuniram-se e criaram no Conselho de Responsabilidade Social e Cidadania da FIERGS o primeiro Banco de Alimentos do Brasil, na cidade de Porto Alegre.