AV. ASSIS BRASIL, 8787, SARANDI, PORTO ALEGRE-RS | CENTRAL DE ATENDIMENTO 0800 51 8555 

Você está aqui

Confiança do empresário gaúcho é a maior desde 2010 e deve continuar em 2018

Pesquisa

A indústria gaúcha termina o ano de 2017 otimista.  É o que revela o Índice de Confiança do Empresário Industrial (ICEI/RS), divulgado nesta sexta-feira (22) pela Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (FIERGS). Em dezembro, o ICEI-RS cresceu pela sexta vez consecutiva, alcançando 60,1 pontos, o melhor resultado para o mês desde 2010. “A percepção entre os empresários gaúchos de melhorias na economia e na agenda de reformas estruturais do País se reflete na maior confiança neste final de ano”, explica o presidente da FIERGS, Gilberto Porcello Petry.


O ICEI/RS confirma também que a indústria gaúcha se mantém em uma trajetória de recuperação lenta e gradual, que deve perdurar no primeiro semestre de 2018. Para evitar a reversão desse cenário, alerta Petry, é indispensável dar continuidade aos ajustes econômicos, mesmo em um ano eleitoral.

A influência maior no aumento da confiança em dezembro ocorreu em função da expectativa dos empresários para os próximos seis meses: 62,2 pontos, 1,3 a mais na comparação com novembro. As expectativas com a economia brasileira (58,7 pontos) são as mais positivas desde fevereiro de 2011 (60) e as perspectivas para as próprias empresas (64) continuam otimistas.

CONDIÇÕES ATUAIS
O Índice de Condições Atuais (ICA) atingiu em dezembro o maior valor para o mês desde o início da série histórica, em 2010: 55,8 pontos, demonstrando que os empresários gaúchos continuam percebendo melhora. Esse sentimento ocorre especialmente pelas condições da economia brasileira (55,7 pontos), o patamar mais alto desde agosto de 2010. As condições das empresas também continuam melhorando, segundo os empresários consultados: o índice foi de 55,8 pontos, o melhor nos últimos sete anos.

A pesquisa foi realizada de 1º a 13 de dezembro com 239 empresas, sendo 58 pequenas, 85 médias e 96 grandes.