Você está aqui

Crise afeta expectativas dos empresários gaúchos

Índice de Confiança do Empresário Industrial (Icei-RS) foi divulgado pela FIERGS

A crise financeira internacional derrubou a confiança dos industriais gaúchos e afetou, não só as condições atuais, mas principalmente as expectativas em relação ao futuro da economia brasileira. Esse é o resultado do Icei-RS (Índice de Confiança do Empresário Industrial), divulgado pela Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (FIERGS), nesta segunda-feira (27). O indicador registrou, em outubro, 50 pontos, ficando quatro abaixo do apurado na última pesquisa realizada em julho, e 10 pontos a menos do que o verificado no mesmo período do ano passado. O índice é o menor desde outubro de 2005.

Os dois indicadores analisados apresentaram desempenho negativo. Para os industriais entrevistados, a situação atual da economia brasileira piorou (43 pontos). No mesmo período de 2007, o índice registrou 55 pontos. Também há pessimismo em relação à confiança para o futuro da economia, com os resultados apontando apenas 44 pontos nesta variável. Esse resultado está oito pontos menor que o verificado em julho. Já em comparação a outubro do ano passado, a desaceleração é bem mais acentuada, de 12 pontos.

Quando questionados sobre a situação da própria empresa, os entrevistados consideram desfavoráveis as condições atuais (48 pontos), mas a expectativa se mantém positiva para os próximos seis meses, embora tenha recuado de 57 para 51 pontos, em comparação a julho.

De acordo com o presidente da FIERGS, Paulo Tigre, "o mais importante nesse momento é que o Banco Central consiga regularizar as condições de crédito ao mercado interno, para que as empresas continuem as suas atividades, minimizando os impactos negativos da crise mundial financeira". Além disso, destaca o industrial, "as medidas anunciadas pelo governo federal precisam chegar na ponta, ou seja, devem se transformar em crédito para as empresas privadas".

A FIERGS, segundo ele, está levando nesta terça-feira (28) ao Encontro Nacional da Indústria, em Brasília, o posicionamento do setor industrial do Rio Grande do Sul de que o Executivo deve monitorar desde já as medidas definidas - bem como as novas decisões que virão - para que cheguem no prazo certo a quem precisa. "Nesse processo de acompanhamento, as autoridades poderão contar com as Federações de Indústrias, que estão aptas a repassar informações diárias sobre eventuais e pontuais dificuldades de crédito."

O Icei-RS é uma pesquisa trimestral onde o entrevistado avalia as condições atuais e expectativas da economia brasileira e da própria empresa. Os indicadores variam de zero (o cenário pior possível) a cem pontos (o melhor). Resultados acima de 50 pontos sinalizam que os industriais estão confiantes.

Veja mais

FIERGS 30/06/2016 às 19h52
O Serviço Social da Indústria (Sesi) completa nesta sexta-feira (1º) 70 anos de atividades. “As grandes transformações da humanidade certamente são...
Saiba mais
FIERGS 30/06/2016 às 11h52
A partir do primeiro trimestre de 2017, Porto Alegre será rota de emissão de vistos para os Estados Unidos. Nesse período, será reaberto o consulado do...
Saiba mais
FIERGS 29/06/2016 às 15h00
 Os alunos do Senai do Rio Grande do Sul estão na última etapa de preparação para Seletiva Worldskills 2017, que será em Abu Dhabi.
Saiba mais