AV. ASSIS BRASIL, 8787, SARANDI, PORTO ALEGRE-RS | TEL.: 51-3347.8787

Você está aqui

Demanda da FIERGS favorece empresas

Tributos

Simples Nacional adota sugestão da Federação das Indústrias do RS

Uma demanda encaminhada pela FIERGS, por meio do Conselho da Pequena e Microindústria (Copemi), à Confederação Nacional da Indústria, corrigiu a sistemática de cálculo do ICMS-Substituição Tributária devido por micro e pequenas empresas (MPE‘s). A decisão que revogou a resolução nº 51, de 22 de dezembro de 2008, foi tomada pelo Comitê Gestor do Simples Nacional, vinculado ao Ministério da Fazenda, após ser levada pela CNI a partir da sugestão da FIERGS.

A resolução nº 61, publicada no Diário Oficial da União de 13 de julho deste ano, altera o ato normativo anterior. O cálculo do ICMS a ser recolhido pelas empresas optantes do Simples Nacional na condição de substituta tributária utilizava como crédito o valor resultante da aplicação de alíquota de 7% sobre o preço da venda. Com isso, o ICMS-Substituição Tributária recolhido pelas empresas optantes do Simples Nacional que operam em setores cujas alíquotas de ICMS são maiores que 7%, tornava-se superior ao recolhido pelas demais do mesmo setor.

Com a nova resolução, o cálculo do ICMS-Substituição Tributária recolhido pelas empresas optantes do Simples Nacional utilizará como crédito o valor resultante da aplicação sobre o preço de venda da alíquota do ICMS incidente no produto. Ou seja, a mesma sistemática utilizada pelas empresas não optantes pelo Simples Nacional. Na prática, isso beneficiará todas aquelas que comercializam mercadorias no Regime de Substituição Tributária.