Você está aqui

Desempenho Industrial registra crescimento de 4,5% no primeiro bimestre

Tendência é de lenta recuperação no ano

O índice de Desempenho Industrial (IDI-RS), medido pela Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (FIERGS), registrou crescimento de 4,5% no acumulado dos dois primeiros meses de 2007 em comparação com o primeiro bimestre do ano passado. Todas as variáveis foram positivas no período: vendas (5,4%), compras (13,1%), pessoal ocupado (0,1%), horas trabalhadas na produção (1,1%), Utilização da Capacidade Instalada (4,9%) e remuneração (1,28%). O presidente da FIERGS, Paulo Tigre, apresentou os dados nesta quarta-feira (4).

Os resultados vêm sinalizando, desde o último trimestre de 2006, que a indústria gaúcha iniciou uma trajetória de lenta recuperação. Das indústrias pesquisadas, 59,4% tiveram aumento de vendas nesses dois primeiros meses de 2007. Em fevereiro deste ano, comparado ao mesmo mês de 2006, o crescimento foi de 2,3%, com destaque para vendas (6,8%) e Utilização da Capacidade Instalada (5,5%).

A maioria dos setores da indústria gaúcha está em recuperação no primeiro bimestre de 2007, com destaque para químico (8,6%), máquinas e equipamentos (7,5%) e couros e calçados (4,6%). Os piores desempenhos foram de material eletrônico e de comunicação (-1,3%) e máquinas agrícolas (-2,9%).

''A perspectiva para 2007 é de que a indústria recupere sua atividade comparativamente ao baixo desempenho verificado no ano passado. Um dos fatores dessa ascensão é a boa safra agrícola. Porém, o crescimento poderia ser maior se o real não estivesse tão valorizado e se não houvesse restrições aos créditos de exportação'', disse Tigre.

Veja mais

FIERGS 1/12/2016 às 18h39
O presidente da Federação e do Centro das Indústrias do Rio Grande do Sul, Heitor José Müller, anunciou, nesta quinta-feira, o nome do sucessor para a...
Saiba mais
FIERGS 1/12/2016 às 18h21
As perspectivas do comércio internacional a partir de acordos como a Parceria Transpacífico (TPP), negociado entre Estados Unidos e 11 países do Pacífico...
Saiba mais
FIERGS 30/11/2016 às 18h53
“A redução na taxa de juros já era esperada. Entretanto, acreditamos que essa queda poderia ter sido maior.
Saiba mais