Você está aqui

Entidades empresariais entregam ao governador estudo sobre os impactos do piso regional

As Federações das Indústrias do Rio Grande do Sul (FIERGS), da Agricultura (Farsul), do Comércio de Bens e de Serviços (Fecomércio) e das Câmaras de Dirigentes Lojistas (FCDL) entregaram ao governador Tarso Genro, na quinta-feira (25), estudo que aponta os impactos econômicos do salário mínimo do Estado. Com o reajuste de 14,75% concedido em março, a faixa inicial do piso será de R$ 700,00.

De acordo com o presidente da FIERGS, a indústria já tem se defrontado com elevados custos em relação a outros países, como a alta carga tributária e a insuficiente oferta de infraestrutura. "A melhor política de distribuição de renda é a manutenção da inflação baixa e dos empregos", disse Müller, lembrando que o setor industrial gaúcho acumulou perdas de 0,4% de janeiro a agosto desse ano.

Veja mais

FIERGS 29/03/2017 às 18h38
A Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul e a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) ampliaram a parceria para...
Saiba mais
FIERGS 29/03/2017 às 15h15
Após 33 meses de queda, o Indicador de Emprego da Sondagem Industrial, divulgada nesta quarta-feira (29) pela Federação das Indústrias do Rio Grande do...
Saiba mais
FIERGS 27/03/2017 às 17h02
A Agenda da Indústria Gaúcha, um documento de 26 páginas com a Pauta Mínima e Projetos Prioritários, elaborado pela Federação das Indústrias do Rio...
Saiba mais