Você está aqui

Exportações gaúchas crescem 24%, mas não recuperam perdas

O câmbio ainda é o maior obstáculo para os exportadores

O Rio Grande do Sul exportou de janeiro a maio deste ano US$ 5,16 bilhões, ultrapassando o Rio de Janeiro (US$ 5,02 bilhões). Em primeiro lugar está São Paulo (US$ 19,69 bilhões) e em segundo Minas Gerais (US$ 7,07 bilhões). Os números foram apresentados pelo presidente da FIERGS, Paulo Tigre, neste domingo (17). O crescimento de 24% nas vendas ao exterior pela indústria do Estado está acontecendo porque a base de comparação do ano passado é muito baixa. Já em reais, o aumento foi menor, ficando em 15%. "Neste nível em que está o dólar, vamos perder mercados, indústrias fecharão e, por conseqüência, haverá menos postos de trabalho", alerta Tigre.

O presidente da FIERGS destaca que as reformas estruturais precisam ser feitas. "Enquanto o Custo Brasil não for reduzido, o câmbio continuará sendo uma variável determinante para o desempenho das exportações", afirma Tigre. O período de janeiro a maio deste ano comparado ao mesmo período de 2005, por exemplo, apresenta queda nas exportações de 8% e quando a base é de 2004 a redução fica ainda maior: 9,7%. Caso a performance de 2004 tivesse continuidade, a indústria de transformação teria exportado R$ 1 bilhão a mais nos cinco primeiros meses de 2007, descontada a inflação.

Setorialmente, os melhores desempenhos são de alimentos e bebidas (principalmente óleo de soja, carnes suína e de frango), química (benzeno, polietilenos e polipropilenos), fumo e máquinas e equipamentos (tratores e implementos).

Com relação aos destinos, a China é a que mais avançou, passando de sexto maior importador do Rio Grande do Sul para o terceiro lugar (basicamente soja e derivados), adquirindo 6% do total das vendas gaúchas ao exterior. Os Estados Unidos são o primeiro destino (14%), a Argentina é o segundo (10%), a Rússia (5%) vem em quarto e a Alemanha (4%) em quinto.

Já as importações do Estado cresceram 11%, passando de US$ 3,12 bilhões de janeiro a maio de 2006 para US$ 3,45 bilhões este ano. O saldo da balança comercial gaúcha, nos primeiros cinco meses deste ano, chega a US$ 1,71 bilhão.

Veja mais

FIERGS 22/07/2016 às 12h59
 O Serviço Social da Indústria (Sesi) é a instituição mais lembrada no Brasil quando o assunto é saúde e segurança do trabalho.
Saiba mais
FIERGS 22/07/2016 às 12h52
O Senai-RS conquistou ouro (Tecnologia de Midia Impressa – Murilo Antunes da Silva, na foto), prata (Eletricidade Industrial – Gabriel Mendes) e bronze (...
Saiba mais
FIERGS 21/07/2016 às 14h52
Data de 1956 o registro da chegada dos primeiros japoneses ao Rio Grande do Sul, especialmente para atuar na agricultura. Hoje, são 1,8 milhão de...
Saiba mais