Você está aqui

Exportações gaúchas crescem 24,6% no trimestre

Avanço foi impulsionado pelas vendas do setor primário

As exportações gaúchas cresceram 24,6% no terceiro trimestre, na comparação com o mesmo período do ano passado, e totalizaram US$ 6,35 bilhões, ficando acima da média nacional (-0,2%). O grande destaque ficou por conta dos produtos primários, em especial soja, com incremento de 101,4%, atingindo US$ 1,95 bilhão.

A indústria também registrou expansão (6,4%), somando US$ 4,34 bilhões. "Essa elevação deve ser vista com cautela, uma vez que o valor ainda está inferior em relação ao terceiro trimestre de 2011. Isso sinaliza que o setor externo, importante vetor de crescimento da indústria, não tem conseguido avançar com maior consistência", afirmou o presidente da Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (FIERGS), Heitor José Müller.

No entanto, os embarques do setor continuam 1,5% abaixo do valor exportado no mesmo trimestre de 2011. Dos 25 segmentos industriais, 19 apresentaram avanço. As principais contribuições vieram de Máquinas e Equipamentos (35,9%), Veículos Automotores, Reboques e Carrocerias (22,6%) e Couro e Calçados (11,1%). Por outro lado, a categoria de Produtos de Metal teve contração (-21,8%), em função da queda nos embarques de armas de fogo para os EUA e construções pré-fabricadas para a Venezuela.

No que se refere aos destinos, a China garantiu o primeiro lugar ao reforçar em 70,5% seus pedidos, principalmente de soja. A Argentina ficou na segunda posição com a elevação de 52,3% nas compras, com destaque para veículos automotores. Na sequência vieram os Estados Unidos (13,9%), que adquiriram tabaco não-manufaturado e armas de fogo.

O Rio Grande do Sul foi o terceiro Estado que mais exportou no penúltimo trimestre do ano, em relação ao mesmo período de 2012, respondendo por 10% da pauta brasileira. A primeira posição ficou com São Paulo (24%), seguido por Minas Gerais (13,5%).

Ainda nessa base de comparação, as importações totais do Rio Grande do Sul aumentaram 21,3%, chegando a US$ 4,75 bilhões. Os segmentos de Combustíveis e Lubrificantes e Bens Intermediários registraram avanços de 93,7% e 15,2%, respectivamente.

SETEMBRO

Quando apenas setembro é analisado, as exportações do Rio Grande do Sul somam US$ 2,11 bilhões, o que significa um crescimento de 41% ante o mesmo mês do ano passado. O desempenho positivo foi puxado pelos produtos básicos, cujas vendas aumentaram 465,9% - em especial de soja. Já os embarques do setor industrial, que responderam por 74,62% do total do Estado, expandiram 13,3%, totalizando US$ 1,58 bilhão.

Veja mais

FIERGS 28/07/2016 às 16h28
A Sondagem Industrial de junho, divulgada nesta quinta-feira (28) pela Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (FIERGS), revela uma retração no...
Saiba mais
FIERGS 25/07/2016 às 15h15
 O cenário de crise econômica no Brasil, que torna o crédito mais caro e restrito e, consequentemente, cria grandes entraves para a obtenção de capital...
Saiba mais
FIERGS 22/07/2016 às 12h59
 O Serviço Social da Indústria (Sesi) é a instituição mais lembrada no Brasil quando o assunto é saúde e segurança do trabalho.
Saiba mais