Você está aqui

Exportações gaúchas recuam 13,3% em maio

As exportações do Rio Grande do Sul em maio totalizaram US$ 1,96 bilhão, uma retração de 13,3% ante o mesmo período de 2013. O resultado negativo foi puxado tanto pelo setor industrial, que respondeu por 56,2% (US$ 1,10 bilhão) do total embarcado e teve um recuo de 14,6%, quanto pelos produtos básicos (queda de 12,0%, somando US$ 839 milhões). "A magnitude e a disseminação do desempenho ruim caracterizam um quadro bastante negativo para o setor exportador gaúcho. Com a falta de competitividade das nossas mercadorias, dependemos de uma maior demanda externa, que se mantém arrefecida", afirmou o presidente da Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (FIERGS), Heitor José Müller, ao avaliar a balança comercial do Estado.

De um total de 25 categorias industriais, somente cinco apresentaram alta em maio, enquanto 11 diminuíram e nove se mantiveram estáveis. Entre os principais desempenhos negativos, encontram-se: Metalurgia (-85,9%), Tabaco (-40,9%), Produtos Químicos (-36,0%), Máquinas e Equipamentos (-19,6%) e Veículos Automotores, Reboques e Carrocerias (-15,3%). O avanço em Coque e Derivados de Petróleo (405,6%) e Couro e Calçados (9,4%) impediu um resultado ainda pior do segmento industrial.

Em relação aos destinos das exportações gaúchas, a liderança ficou com a China (US$ 791,4 milhões), apesar de ter reduzido seus pedidos em -12,1%, afetando principalmente a soja. A segunda posição foi ocupada pelo Paraguai (US$ 129,6 milhões) ao elevar as compras em 153,7%, basicamente óleo diesel. Na sequência veio a Argentina (US$ 114,8 milhões), mesmo tendo deixado de importar -36,3% ante o mesmo mês de 2013. O país vizinho adquiriu veículos automotores.

Ainda em maio, as importações totais tiveram redução de -13,2%, somando US$ 1,38 bilhão. Houve diminuição das compras em todas as categorias de uso, com especial destaque para aquelas ligadas à indústria: Bens de Capital (-24,6%) e Bens Intermediários (-8,0%).

Acumulado − No acumulado entre janeiro e maio de 2014, na comparação com igual período do ano passado, o resultado também revela apreensão. As vendas externas da indústria do Rio Grande do Sul reduziram 8,3%, somando US$ 4,95 bilhões. As maiores perdas ficaram concentradas nos setores de Metalurgia (-58,1%), Tabaco (-33,5%), Veículos Automotores (-21,6%), Produtos de Metal (-17,5%) e Químicos (-16,8%).

Veja mais

FIERGS 30/06/2016 às 11h52
A partir do primeiro trimestre de 2017, Porto Alegre será rota de emissão de vistos para os Estados Unidos. Nesse período, será reaberto o consulado do...
Saiba mais
FIERGS 29/06/2016 às 15h00
 Os alunos do Senai do Rio Grande do Sul estão na última etapa de preparação para Seletiva Worldskills 2017, que será em Abu Dhabi.
Saiba mais
FIERGS 27/06/2016 às 15h07
A Sondagem Industrial de maio, divulgada nesta segunda-feira (27) pela Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (FIERGS), revela que a produção e o...
Saiba mais