Você está aqui

Ginástica laboral anima os alunos da Olimpíada

Os termômetros em Porto Alegre registravam, em média, 13 graus. O dia nublado e o vento gelado contribuíam para a preguiça matinal. Para despertar e relaxar os 201 competidores da Olimpíada do Conhecimento, os organizadores programaram uma aula de ginástica antes das provas, iniciadas, dependendo da ocupação, entre 10h e 11h. A missão de animar os candidatos à medalha coube à equipe de ginástica laboral do Serviço Social da Indústria (SESI).

"É muito difícil acordar às 5h30 nesse frio. Ainda bem que divido o quarto com outro aluno e quando toca o despertador um ajuda o outro para levantar", disse Bruno Santos, 19 anos, de Goiás. Aluno de elétrica industrial, ele considera que a aula de ginástica é essencial. "O alongamento não só ajuda a despertar como é importante na execução da nossa tarefa. Na parte prática da prova temos que estar aquecidos para não haver lesão", explica Bruno.

O aquecimento também é útil para aliviar a ansiedade, afirmou Nadjane Souza, 19 anos, de Pernambuco. "O ideal é esquecer tudo que não faz parte da competição. Nesse momento, o ideal é se concentrar apenas nas provas." Acostumada com o calor na maior parte do ano, para Nadjane a maior dificuldade é mesmo o frio.

A ansiedade, natural para todos os competidores, é ainda maior para os alunos do Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac), estreantes na Olimpíada. "A prova para a ocupação de cabeleireiro é nova e nossa expectativa é muito grande", relata a estudante Daniela Andrade, 21 anos, da Bahia.

Veja mais

FIERGS 1/12/2016 às 18h39
O presidente da Federação e do Centro das Indústrias do Rio Grande do Sul, Heitor José Müller, anunciou, nesta quinta-feira, o nome do sucessor para a...
Saiba mais
FIERGS 1/12/2016 às 18h21
As perspectivas do comércio internacional a partir de acordos como a Parceria Transpacífico (TPP), negociado entre Estados Unidos e 11 países do Pacífico...
Saiba mais
FIERGS 30/11/2016 às 18h53
“A redução na taxa de juros já era esperada. Entretanto, acreditamos que essa queda poderia ter sido maior.
Saiba mais