Você está aqui

Governo federal atende demanda do setor industrial e reduz tributação

O Ministério da Fazenda, através do seu Comitê Gestor do Simples Nacional (CGSN), aprovou a correção da sistemática de cálculo de ICMS, devido em operações submetidas ao regime da Substituição Tributária, beneficiando as micro e pequenas empresas optantes do Simples Nacional. A proposta partiu do Conselho da Pequena e Microindústria da FIERGS, que entregou à Confederação Nacional da Indústria (CNI) um parecer técnico com os reflexos da aplicação do disposto na redação original da Resolução CGSN nº 51.

O texto foi encaminhado pela CNI ao governo federal e publicado como Resolução CGSN nº 61/2009 no Diário Oficial da União. Com a alteração do ato normativo anterior, os optantes pelo Simples Nacional deixarão de pagar um ICMS maior que o recolhido pelas demais empresas do mesmo setor fora deste sistema. Agora, o cálculo utilizará como crédito o valor resultante da aplicação sobre o preço de venda da alíquota do ICMS incidente no produto. Trata-se de um ganho de competitividade para as empresas optantes pelo Simples Nacional.

Veja mais

FIERGS 29/06/2016 às 15h00
 Os alunos do Senai do Rio Grande do Sul estão na última etapa de preparação para Seletiva Worldskills 2017, que será em Abu Dhabi.
Saiba mais
FIERGS 27/06/2016 às 15h07
A Sondagem Industrial de maio, divulgada nesta segunda-feira (27) pela Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (FIERGS), revela que a produção e o...
Saiba mais
FIERGS 23/06/2016 às 14h54
Representantes de 11 empreendimentos assinaram na manhã desta quinta-feira (23), no Palácio Piratini, o incentivo do Fundo Operação Empresa (Fundopem)...
Saiba mais