Você está aqui

Governo transforma Ceitec em empresa pública

FIERGS atuou para consolidar o centro de tecnologia avançada

O presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, sancionou nesta quinta-feira (31) a lei que cria o Centro Nacional de Tecnologia Eletrônica Avançada

(Ceitec S/A) como empresa pública, passando a ser vinculada ao Ministério da Ciência e Tecnologia (MCT). A cerimônia foi realizada no Palácio do Planalto, com as presenças do ministro da Ciência e Tecnologia, Sergio Rezende, da ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, do presidente da Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (FIERGS), Paulo Tigre, e da presidente interina do Ceitec, Edelweis Ritt. "Este empreendimento faz parte da Nova Economia que o Estado vê nascer. A inovação e a tecnologia são as marcas da nossa futura história econômica", afirmou Tigre.

Na cerimônia de sanção da Lei, proposta pelo deputado Beto Albuquerque, o ministro Rezende agradeceu o envolvimento dos industriais gaúchos para tornar realidade o Ceitec. Albuquerque também destacou que a FIERGS, em especial, foi um parceiro atuante na consolidação da iniciativa.

A consolidação de um centro de tecnologia avançada nas áreas de semicondutores e microeletrônica faz parte das ações que vêm sendo desenvolvidas pela FIERGS. A entidade trabalhou fortemente e obteve a primeira vitória em 2000, quando foi criado o Ceitec. O mesmo acontece agora com a sua transformação em sociedade anônima. A proposta foi levada pelo presidente Paulo Tigre à ministra Dilma, que articulou a sua implementação com os demais ministérios. Com a sanção do presidente Lula, o Ceitec deixa de ser hoje uma empresa sem fins lucrativos e torna-se pública, podendo receber recursos do Ministério de Ciência e Tecnologia e investimentos da iniciativa privada.

Sediado em Porto Alegre, o Ceitec tem como missão criar soluções em eletrônica e tecnologias da informação. A unidade já recebeu R$ 270 milhões em recursos do governo federal e, até o final de 2009, deve concluir a fabricação do primeiro circuito integrado desenvolvido no país. Entre as metas do Ceitec está a inserção do Brasil no mercado global de semicondutores. Os investimentos feitos no setor permitirão ainda a implantação de outras empresas de microeletrônica, que vão estimular a formação e capacitação de profissionais especializados e a modernização de segmentos industriais na América Latina.

Veja mais

FIERGS 16/01/2017 às 16h21
A produção industrial gaúcha surpreendeu no mês de novembro, e com 51,1 pontos cresceu em relação a outubro, contrariando a sazonalidade negativa do...
Saiba mais
FIERGS 12/01/2017 às 15h22
O ano de 2016 fechou com as exportações em queda no Rio Grande do Sul. Ao somarem um total de US$ 16,6 bilhões no acumulado dos 12 meses, caíram 5,4% em...
Saiba mais
FIERGS 12/01/2017 às 9h35
Uma comitiva chinesa esteve na FIERGS, nesta quarta-feira (11), recebida pelo coordenador do Conselho de Relações Internacionais e Comércio Exterior (...
Saiba mais