Você está aqui

Economia

Industriais apontam principais problemas enfrentados no terceiro trimestre

Os três principais problemas enfrentados pela indústria gaúcha no terceiro trimestre de 2013 foram a elevada carga tributária (60,8% das respostas), o alto custo da matéria-prima (42,4%) e a competição acirrada de mercado (34,8%). O resultado da Sondagem Industrial da Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (FIERGS) foi divulgado, nesta quinta-feira (31), pelo presidente da entidade, Heitor José Müller. "A conjuntura econômica para as indústrias não está muito animadora, a combinação de estoques excessivos e menor expectativa de crescimento da demanda demonstram um quadro desfavorável para a atividade produtiva no futuro próximo", afirmou.

O comportamento do mercado de trabalho é divergente, quando se toma por base o porte da empresa. Enquanto as pequenas (47,7 pontos) e médias empresas (47,5 pontos) diminuíram seus postos de trabalho, as grandes empresas (51,5 pontos) aumentaram. Em relação ao crédito, o levantamento revelou que ainda continua difícil o acesso (44,2 pontos). Já as margens de lucro (46,7 pontos) ficaram melhores na comparação com o trimestre anterior, mas não reverteram o quadro negativo.

Para os próximos seis meses, as perspectivas de demanda permanecem moderadamente otimistas (52,9 pontos), contudo o indicador caiu cinco pontos em relação à pesquisa anterior. Esperam aumento dos pedidos 31% das empresas e 17,7% projetam queda. As demais afirmaram que não haverá alteração. As expectativas com as exportações ficaram positivas (53,7 pontos), enquanto as perspectivas futuras para o emprego são de desaceleração (49,8 pontos). As compras de matérias-primas não devem aumentar muito (51,8 pontos) e a queda de 3,6 pontos em relação a setembro levou o índice ao menor valor desde dezembro de 2011.

O levantamento varia numa escala de 0 a 100 pontos. Quanto mais os valores estiverem acima de 50 pontos significa maior otimismo e quanto mais abaixo, pessimismo. Apenas a variável de estoques em comparação ao planejado é avaliada como negativa acima dos 50 pontos.

Veja mais

FIERGS 30/05/2016 às 16h19
 O presidente da FIERGS, Heitor José Müller, foi o palestrante da reunião-almoço da Câmara da Indústria, Comércio e Serviços de Caxias do Sul, nesta...
Saiba mais
FIERGS 30/05/2016 às 14h54
O mês de abril registou nova queda na atividade industrial gaúcha em relação a março, e as expectativas para os próximos seis meses se deterioram entre...
Saiba mais
FIERGS 27/05/2016 às 15h39
O presidente da FIERGS, Heitor José Müller, foi homenageado na manhã desta sexta-feira com a medalha Mérito da Panificação durante a 68ª Convenção...
Saiba mais