Você está aqui

Industriais gaúchos apresentam prioridades a José Serra

O candidato à Presidência da República, José Serra, participou de reunião com 80 empresários gaúchos, na noite desta segunda-feira, na sede da FIERGS. Durante o encontro, ele falou sobre os planos de governo e abordou temas como câmbio, reforma tributária, responsabilidade fiscal, infraestrutura, saúde e educação, que estiveram entre as questões apresentadas na ocasião pela entidade.

O presidente da FIERGS, Paulo Tigre, saudou o ex-governador de São Paulo e destacou que "a FIERGS e o CIERGS não são entidades partidárias. Não podem nem tratam de questões eleitorais". Também afirmou que o foco é o "desenvolvimento do Brasil e do Rio Grande do Sul". Por isto, sugeriu em seu discurso que propostas da iniciativa privada sejam incorporadas aos planos de governo. "Não são teses absurdas nem artificiais. São propostas baseadas na realidade de quem vive diariamente os desafios de levar uma empresa adiante, enfrentando os obstáculos internos e ao mesmo tempo atuando nos mercados globalizados de agigantada competição", declarou o industrial.

Enquanto usou a palavra, Serra defendeu o combate a um tripé que trava o desenvolvimento do País. "Temos os juros mais altos do mundo, a maior carga tributária dos países em desenvolvimento e a menor taxa de investimento público sobre o PIB. Estas são questões que precisam ser sanadas", declarou, enfatizando que e Reforma Tributária deve ser executada por partes e não de forma integral de uma só vez.

Ele defendeu investimentos maciços em educação e prometeu foco nos ensinos técnico e profissionalizante. "Pretendemos trabalhar dentro das 84 especialidades do ensino técnico, respeitando as vocações regionais e sempre defendendo a geração de empregos. Eu não conheço fórmula para a prosperidade que não seja com a geração de empregos", defendeu Serra.

Estiveram na reunião empresários representantes dos segmentos de Alimentos, Fertilizantes, Autopeças, Veículos, Construção Pesada e Civil, Joias, Tabaco, Laticínios, Olaria, Têxtil, Vestuário, Couro e Calçados, Química, Petroquímica, Plásticos, Celulose, Papel, Artefatos de Borracha, Gráficas, Móveis, Vinho, Madeira, Metal-Mecânica, Material de Transporte, Eletrônica e Farmacêutico, Madeira e Marcenaria.

Também participaram os presidentes da Farsul, Carlos Sperotto; da Federasul, José Paulo Cairoli; da FCDL, Vítor Koch; e o vice-presidente da Fecomércio, Júlio Mottin.

Veja mais

FIERGS 16/01/2017 às 16h21
A produção industrial gaúcha surpreendeu no mês de novembro, e com 51,1 pontos cresceu em relação a outubro, contrariando a sazonalidade negativa do...
Saiba mais
FIERGS 12/01/2017 às 15h22
O ano de 2016 fechou com as exportações em queda no Rio Grande do Sul. Ao somarem um total de US$ 16,6 bilhões no acumulado dos 12 meses, caíram 5,4% em...
Saiba mais
FIERGS 12/01/2017 às 9h35
Uma comitiva chinesa esteve na FIERGS, nesta quarta-feira (11), recebida pelo coordenador do Conselho de Relações Internacionais e Comércio Exterior (...
Saiba mais