Você está aqui

Missão empresarial leva 41 gaúchos a Hannover

Vitrine do mundo em tecnologia industrial, a Feira de Hannover, entre os dias 7 e 11 de abril, terá uma missão

prospectiva realizada pela CNI, com a Rede de Centros Internacionais de Negócios (Rede CIN), e articulada pela

FIERGS, por meio do Centro Internacional de Negócios (CIN-RS). A comitiva, que estará na Alemanha entre 5 e 13 de abril, conta com a participação de 83 brasileiros, dentre os quais 41 do Rio Grande do Sul. No total, são 42 empresas, sendo 25 gaúchas, e nove entidades e

instituições.

Este ano, a escolha do tema "Indústria Integrada − os próximos passos" reflete o foco contínuo do evento, voltado a um desafio de importância crucial para o futuro da indústria e mapeando seus próximos movimentos. Ele, também, ressalta o status da Hannover Messe como feira líder mundial para a tecnologia industrial.

Cerca de um quarto de todos os expositores da Hannover Messe estão envolvidos, de alguma forma, na geração

de energia, transmissão, distribuição ou armazenamento. Para esses expositores, a "Indústria Integrada − Próximos passos" sinaliza o caminho a seguir no processo

em curso de transformação do sistema de energia. A feira aborda o tema central do futuro do setor e descreve os próximos passos no sentido da fábrica inteligente e

auto-organizada.

A missão prospectiva da FIERGS conta com o apoio da Apex-Brasil e parcerias, no Rio Grande do Sul, do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai-RS) e do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas

Empresas (Sebrae/RS). Mais informações podem ser obtidas pelo telefone (51) 3347-8675 ou no site

www.cinrs.org.br.

Veja mais

FIERGS 23/01/2017 às 15h00
O setor produtivo gaúcho começa a virada do ano demonstrando maior otimismo.
Saiba mais
FIERGS 20/01/2017 às 15h11
O Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai-RS) quer, ao completar 75 anos, expandir seus serviços por meio da mobilidade e virtualidade, tanto...
Saiba mais
FIERGS 20/01/2017 às 15h03
“Donald Trump se elegeu com um discurso que defendia uma agenda de maior protecionismo comercial.
Saiba mais