Você está aqui

Para FIERGS, aumento dos juros não pode ser único caminho contra a inflação

"O controle da inflação é essencial para a economia brasileira, que atravessa um período de muitas incertezas e baixo investimento. Mas, quando o ajuste é feito exclusivamente através da taxa e juros, não há melhora das expectativas dos empresários e, portanto, o resultado é pouco eficiente em termos de produção. É necessário um alinhamento maior entre as políticas fiscal e monetária, que transcende promessas e exige ações", afirmou o presidente da Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (FIERGS), Heitor José Müller, nesta quarta-feira (26), ao avaliar a decisão do Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central, que elevou a taxa Selic em 0,25 ponto percentual, passando de 10,5% para 10,75% ao ano.

O presidente da FIERGS lembrou ainda das dificuldades enfrentadas pelos industriais gaúchos. Segundo sondagem da entidade, eles encerraram 2013 apontando que o principal entrave à competitividade foi a elevada carga tributária.

Veja mais

FIERGS 24/02/2017 às 18h02
A Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (FIERGS), por meio do Núcleo de Acesso ao Crédito (NAC), é parceira do Banco Nacional de Desenvolvimento...
Saiba mais
FIERGS 24/02/2017 às 11h00
Com o objetivo de alavancar parcerias, identificar novas oportunidades de negócios e investimentos, além de trabalho em pesquisa e desenvolvimento com...
Saiba mais
FIERGS 23/02/2017 às 15h45
A queda na taxa de inflação, a redução nos juros, a disposição do governo federal em melhorar o quadro fiscal e levar adiante as reformas estruturais são...
Saiba mais