Você está aqui

Para FIERGS, controle da inflação não pode depender apenas da Selic

"Foi uma medida acertada, pois o controle da inflação também pode ser realizado por outros instrumentos além dos juros, como o controle dos gastos públicos e aumento de compulsórios dos bancos. Estes mecanismos são menos ofensivos à atividade econômica e aos investimentos", afirmou o presidente da Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (FIERGS), Heitor José Müller, nesta quarta-feira (6), ao avaliar a decisão do Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central, que manteve a Selic em 7,25% ao ano.

O presidente da FIERGS destacou que o setor fabril já vem acumulando perdas. "No ano passado, a indústria brasileira de transformação apresentou a menor participação no PIB, apenas 11,9%. Estamos no caminho da estagnação com inflação", disse. No Rio Grande do Sul, lembrou Müller, 2012 encerrou com o desempenho industrial repetindo 2011: apenas 0,3% de crescimento, completando mais um período desfavorável à indústria gaúcha.

Tags: 

Veja mais

FIERGS 16/01/2017 às 16h21
A produção industrial gaúcha surpreendeu no mês de novembro, e com 51,1 pontos cresceu em relação a outubro, contrariando a sazonalidade negativa do...
Saiba mais
FIERGS 12/01/2017 às 15h22
O ano de 2016 fechou com as exportações em queda no Rio Grande do Sul. Ao somarem um total de US$ 16,6 bilhões no acumulado dos 12 meses, caíram 5,4% em...
Saiba mais
FIERGS 12/01/2017 às 9h35
Uma comitiva chinesa esteve na FIERGS, nesta quarta-feira (11), recebida pelo coordenador do Conselho de Relações Internacionais e Comércio Exterior (...
Saiba mais