Você está aqui

Para FIERGS, redução dos juros e aumento dos investimentos devem caminhar juntos

"Há um ano o Brasil caminha na direção de uma taxa de juros mais compatível com a praticada no resto do mundo. Mas para obter maior competitividade e consolidar um cenário sem pressões inflacionárias, é necessário que sejam feitos mais investimentos públicos ", afirmou o presidente da Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (FIERGS), Heitor José Müller, nesta quarta-feira (29), ao avaliar a decisão do Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central, que diminuiu a Selic de 8% para 7,5% ao ano.

O presidente da FIERGS destacou a importância dessa decisão para alavancar a economia, uma vez que a indústria gaúcha, após passar o primeiro semestre sem vanços, inicia a segunda metade do ano também numa situação bastante difícil. Conforme os resultados da Sondagem Industrial, pesquisa realizada pela entidade, o retrato da atividade descrito pelos empresários em julho demonstra produção estagnada, ociosidade elevada e disseminada, emprego em queda e estoques excessivos. A utilização da capacidade instalada, por exemplo, está há 16 meses abaixo do usual, atingindo quase 40% das empresas. Além disso, mais de 30% delas estão com estoques acima do planejado.

Veja mais

FIERGS 5/12/2016 às 17h02
Qualificar as exportações de carnes do Rio Grande do Sul e agilizar os processos de Comércio Exterior são ações constantes nas atividades dos conselhos...
Saiba mais
FIERGS 1/12/2016 às 18h39
O presidente da Federação e do Centro das Indústrias do Rio Grande do Sul, Heitor José Müller, anunciou, nesta quinta-feira, o nome do sucessor para a...
Saiba mais
FIERGS 1/12/2016 às 18h21
As perspectivas do comércio internacional a partir de acordos como a Parceria Transpacífico (TPP), negociado entre Estados Unidos e 11 países do Pacífico...
Saiba mais