Você está aqui

Produção industrial no RS recua e opera abaixo da capacidade

A produção industrial gaúcha caiu em novembro de 2013 em relação ao mês anterior, totalizando 48,6 pontos. Também acompanharam esse movimento de recuo o emprego (47,6 pontos), que demonstrou uma retração mais intensa do que a habitual para o período; e a Utilização da Capacidade Instalada (47,1 pontos), registrando um nível médio de 76% de ocupação. A Sondagem Industrial RS é realizada mensamente pela Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (FIERGS).

A desaceleração da atividade industrial, pouco comum para o penúltimo mês do ano, sofreu influência do excesso de estoque das indústrias, acumulado nos meses anteriores. As empresas reduziram a produção para escoar parte dele. Com isso, o índice de estoques em relação ao planejado diminuiu de 55,1 pontos, em outubro, para 53,8 pontos em novembro.

Para os próximos seis meses, as expectativas mostram que a demanda (51,6 pontos), o número de empregados (51,1) e as exportações (52,1) devem crescer moderadamente. Para as compras de matérias-primas (50,3 pontos), contudo, os empresários gaúchos projetam estabilidade por conta ainda do acúmulo de estoques indesejados.

O resultado da Sondagem Industrial sinaliza que o ritmo da atividade industrial gaúcha é lento. E, as expectativas em relação aos meses seguintes, entre neutras e moderadamente otimistas, sugerem a manutenção desse cenário.

O levantamento varia numa escala de 0 a 100 pontos. Quanto mais os valores estiverem acima de 50 pontos significa maior otimismo e abaixo indica pessimismo. Apenas a variável de estoques em comparação ao planejado é avaliada como negativa acima dos 50 pontos.

Veja mais

FIERGS 24/02/2017 às 18h02
A Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (FIERGS), por meio do Núcleo de Acesso ao Crédito (NAC), é parceira do Banco Nacional de Desenvolvimento...
Saiba mais
FIERGS 24/02/2017 às 11h00
Com o objetivo de alavancar parcerias, identificar novas oportunidades de negócios e investimentos, além de trabalho em pesquisa e desenvolvimento com...
Saiba mais
FIERGS 23/02/2017 às 15h45
A queda na taxa de inflação, a redução nos juros, a disposição do governo federal em melhorar o quadro fiscal e levar adiante as reformas estruturais são...
Saiba mais