Você está aqui

Queda de 0,5 ponto percentual já era esperada

O Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central reduziu nesta quarta-feira (29) a taxa básica de juros da economia, a Selic, em 0,5 ponto percentual, passando de 13,75% para 13,25%. A decisão não surpreendeu o mercado, já que o Banco Central vem atuando de forma conservadora.

O presidente da FIERGS, Paulo Tigre, destaca que a partir de agora, cada queda de 0,5 pontos percentuais passa a ser mais importante. ''Apesar da queda, ainda vivenciamos taxas de juros reais muito elevadas. Um país que quer crescer não pode conviver com juros reais próximos aos 10% ao ano'', destaca Tigre.

Entre os fatores que favorecem a redução da Selic, está o comportamento da inflação. O Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) acumula 2,33% no ano, de janeiro a outubro, e deverá ficar em 3,27%, isto é, abaixo da meta estabelecida pelo Governo de 4,5% ao ano. A expectativa é de que o Índice Geral de Preços do Mercado (IGP-M) termine o ano em 3,15%. O acumulado desse índice, de janeiro a outubro, é de 2,73%.

A próxima reunião do COPOM será realizada nos dias 23 e 24 de janeiro de 2007.

Veja mais

FIERGS 19/01/2017 às 11h17
Uma pesquisa encomendada pela Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (FIERGS) junto ao Instituto Methodus, divulgada nesta quinta-feira (19),...
Saiba mais
FIERGS 18/01/2017 às 14h58
O Índice de Desempenho Industrial (IDI-RS) voltou a crescer em novembro de 2016, na comparação com o mês anterior, feito o ajuste sazonal.
Saiba mais
FIERGS 16/01/2017 às 16h21
A produção industrial gaúcha surpreendeu no mês de novembro, e com 51,1 pontos cresceu em relação a outubro, contrariando a sazonalidade negativa do...
Saiba mais