AV. ASSIS BRASIL, 8787, SARANDI, PORTO ALEGRE-RS | CENTRAL DE ATENDIMENTO 0800 51 8555 

Você está aqui

Tranquilidade marca o primeiro dia de provas da Olimíada do Conhecimento

Competição

O clima é de tranqüilidade entre os gaúchos que participam da Olimpíada Nacional do Conhecimento e no World Skills 2010, no Rio de Janeiro. Passados o deslumbre e a euforia que marcou a terça-feira, quando fizeram a ambientação com os aparelhos e viram de perto a estrutura gigantesca erguida para a competição no Riocentro, na Zona Oeste da capital carioca, chegou o momento de cada um dos 47 alunos mostrar o seu talento.

Durante o intervalo de almoço, houve quem preferisse o isolamento, o contato com os competidores de outros estados ou mesmo buscasse uma interação com os outros gaúchos para trocar experiências. Segundo o chefe de equipe Moacir Antônio de Oliveira, tudo corre normalmente. "Tudo segue de forma tranquila, dentro do planejado. Ninguém sentiu de início a competição. O diálogo entre eles tem sido muito importante", comenta. Exemplo típico desta relação de apoio mútuo se dá entre os representantes do Rio Grande do Sul nas modalidades de Eletricidade Predial e Eletricidade Industrial.

Ambas modalidades se confundem com a história do Senai e até por isto, estão entre as recordistas de inscrições. E para manter a tradição de bons resultados nas duas modalidades, inclusive com participações no World Skills International, Felipe Antunes, 17 anos, de Caxias do Sul, competidor de Eletricidade Predial e Eduardo Machry, 19 anos, de Eletriciadade Predial, buscam o diálogo sempre que possível. Na caminhada até o refeitório, não foi diferente. "É importante porque a gente vê como está a prova do colega. Nos dois esperávamos que a prova fosse mais difícil neste primeiro dia, o que eliminaria alguns concorrentes. Assim, seguem todos no páreo", descreve Machry.