AV. ASSIS BRASIL, 8787, SARANDI, PORTO ALEGRE-RS | CENTRAL DE ATENDIMENTO 0800 51 8555 

Você está aqui

Yeda anuncia medidas para a indústria gaúcha

Liderança

A governadora Yeda Crusius participou, na terça-feira (18), de uma reunião de trabalho com o presidente da FIERGS, Paulo Tigre, e representantes de sindicatos industriais. Acompanhada de seis secretários de Estado, ela anunciou na sede da entidade medidas para estimular a competitividade do setor produtivo gaúcho. A modernização do Fundopem e a redução alíquotas tributárias para bens de capital estão entre as decisões que serão implementadas.

Para o Fundopem, Yeda destacou que o Rio Grande do Sul terá uma ferramenta atualizada de atração de empreendimentos e de expansão dos já existentes. Já em relação à diminuição do Imposto sobre Circulação de Mercadorias (ICMS) para o setor de bens de capital, disse que a economia gaúcha não pode perder para a guerra fiscal no País. "Por isto, o governo permanece atento a fim de adotar as medidas necessárias e possíveis", destacou.

O corte do tributo, segundo a governadora, será feito "com cautela, chegando gradativamente a 12%, respeitando as condições fiscais conquistadas, dentro da segurança jurídica". O secretário da Fazenda, Ricardo Englert, explicou que a redução será feita de quatro em quatro meses, com queda de um ponto percentual a cada quadrimestre.

Nove segmentos industriais foram atendidos individualmente pela governadora (Bens de Capital, Metal-Mecânico, Máquinas Agrícolas, Papel e Papelão, Plástico, Carnes, Laticínios, Têxtil e Vestuário), além de representantes dos Conselhos de Relações Internacionais e Comércio Exterior (Concex) e Assuntos Tributários, Legais e Financeiros (Contec) da FIERGS. Logo após, a governadora Yeda Crusius participou da reunião das Diretorias da entidade e destacou que o documento da FIERGS, enviado em abril deste ano, é a pauta de competitividade que o secretariado estadual vem trabalhando.