AV. ASSIS BRASIL, 8787, SARANDI, PORTO ALEGRE-RS | CENTRAL DE ATENDIMENTO 0800 51 8555 

Você está aqui

comparação

A Sondagem Industrial do RS, divulgada nesta quarta-feira (25) pela Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (FIERGS), mostra que o cenário descrito pelos empresários não se alterou em março e também no primeiro trimestre de 2018. Isso significa que uma recuperação apenas moderada continua e deve prosseguir no mesmo ritmo nos próximos meses.  Na comparação mensal com fevereiro, o índice da produção foi de 56,3 pontos no período. Acima da linha divisória dos 50, mostrou crescimento, o terceiro seguido, em relação ao mês anterior.

As exportações do Rio Grande do Sul tiveram um forte crescimento em março de 2018, na comparação com o mesmo mês do ano passado: 19%, fechando em um total de US$ 1,56 bilhão. A análise desagregada mostra que as commodities, influenciadas pelo desempenho da soja (+45,7%), tiveram alta de 36,7%, ao somarem US$ 432 milhões.  O resultado quebra o recorde para o período, que era de US$ 315,6 milhões, de 2017.

O ano de 2016 fechou com as exportações em queda no Rio Grande do Sul. Ao somarem um total de US$ 16,6 bilhões no acumulado dos 12 meses, caíram 5,4% em relação a 2015. A maior influência negativa sobre o resultado veio do grupo das commodities, que retraiu 12,1% (somando US$ 4,1 bilhões), principalmente por causa das quedas nas vendas de soja (-7,9%) e de trigo (-70,7%).
 
A indústria gaúcha também acompanhou o ritmo de perdas no ano passado.