AV. ASSIS BRASIL, 8787, SARANDI, PORTO ALEGRE-RS | CENTRAL DE ATENDIMENTO 0800 51 8555 

Você está aqui

eeba

Mais de 500 empresários brasileiros e alemães, entre eles o presidente da Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (FIERGS), Gilberto Porcello Petry, participaram do Encontro Econômico Brasil-Alemanha (EEBA), que terminou nesta terça-feira (26), em Colônia. Para Petry, o EEBA, realizado cada ano intercaladamente em um dos países, é fundamental pois aproxima ainda mais essas duas nações parceiras, grandes mercados comerciais, estreitando o relacionamento bilateral. Além disso, serve como ampliação do conhecimento necessário para a atividade industrial.

A comitiva gaúcha iniciou a participação no Encontro Econômico Brasil-Alemanha (EEBA), realizado em Colônia, no país europeu, no último domingo (24), em um jantar para homenagear duas personalidades de ambos os países. Na manhã de hoje (25), antes mesmo da abertura oficial, a missão liderada pelo presidente da FIERGS, Gilberto Porcello Petry, participou de um encontro com o secretário para Relações Europeias, Alemãs e Internacionais do Estado do North Rhine-Westphalia, Stephan Holthoff-Pförtn.

Para promover a atração de investimentos alemães ao Estado, fortalecer relações econômicas e estabelecer parcerias com o país europeu, uma missão oficial organizada pela Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (FIERGS), a Câmara Brasil-Alemanha de Porto Alegre e o governo do RS participa do Encontro Econômico Brasil-Alemanha (EEBA) 2018. Será na cidade de Colônia, do próximo domingo até terça-feira, dia 26.

As possibilidades de aproximação entre empresários gaúchos e alemães durante a 36ª edição do Encontro Econômico Brasil-Alemanha (EEBA), que ocorre entre 24 e 26 de junho deste ano na cidade de Colônia. Esse foi um dos temas tratados na visita do embaixador do país europeu no Brasil, George Witschel, à Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul, onde se reuniu com o presidente da FIERGS, Gilberto Porcello Petry, nesta quinta-feira. O cônsul-geral da Alemanha em Porto Alegre, Stefan Traumann, também participou do encontro. 

O 35º Encontro Econômico Brasil-Alemanha (EEBA 2017) finalizou sua programação com números e percepções otimistas. O futuro das relações comerciais entre as indústrias dos dois países foi projetado a partir do protagonismo de Brasil e Alemanha em seus blocos econômicos, Mercosul e União Europeia, respectivamente.

O estande do Serviço Social da Indústria (Sesi-RS) e Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai-RS) no Encontro Econômico Brasil Alemanha apresenta várias oportunidades para as indústrias. Uma delas é o Edital de Inovação para a Indústria – Sebrae, Sesi, Senai. Os 12 projetos gaúchos aprovados no ciclo um foram homenageados pelo Senai-RS. A startup Biopolix e o Instituto Senai de Inovação em Engenharia de Polímeros terão 18 meses para desenvolver o projeto Biopelets nanoestruturado para plástico biodegradável.

Os seis debatedores do Fórum “Parceria em PMEs: Ambiente de negócios e facilitação de comércio” realizado durante o 35º Encontro Econômico Brasil-Alemanha (EEBA 2017), na Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (FIERGS), foram unânimes em elencar a tributação brasileira e a burocracia dos dois países como entraves para os negócios. Como destacou a moderadora, a jornalista do Die Welt/Welt-Gruppe, Hildegard Stausberg, a questão das pequenas e médias empresas no mundo é um grande elefante branco, em que muito se discute, mas pouco é concretizado.

As atividades do primeiro dia do 35º Encontro Econômico Brasil Alemanha também tiveram espaço para confraternizações entre os participantes. Ao final da agenda de reuniões de negócios, fóruns temáticos e debates, na segunda-feira (13), o evento reuniu 1,5 mil convidados especiais para conhecer produtos típicos da gastronomia gaúcha, especialmente a produção de itens que já são exportados para diversos mercados europeus, como vinhos, espumantes e carnes.

Na manhã desta segunda-feira (13), o 35º Encontro Econômico Brasil Alemanha (EEBA 2017) confirmou todas as expectativas que estavam sendo construídas pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) e pela Federação das Indústrias da Alemanha (BDI) em relação ao ambiente de negócios mais favorável para gerar resultados para os dois países.

Mais de 2 mil empresários vão participar do 35º Encontro Econômico Brasil-Alemanha (EEBA 2017), na sede da Federação das Indústrias do Estado do Rio Grande do Sul (FIERGS), em Porto Alegre, entre 13 e 14 de novembro. Entre eles, estão confirmados importantes executivos de grandes multinacionais brasileiras e alemãs, como Volkswagen AG (caminhões), SAP Brasil, Bosch America Latina, Siemens Brasil, além de representantes dos patrocinadores, Commerzbank, Fraport, Gerdau, Stihl, Ibravin e Wines From Brazil, Bayer e Banco do Brasil.