AV. ASSIS BRASIL, 8787, SARANDI, PORTO ALEGRE-RS | CENTRAL DE ATENDIMENTO 0800 51 8555 

Você está aqui

feira

Realizada em Düsseldorf, na Alemanha, a Feira Médica 2017 contou este ano com 5,1 mil expositores, de 66 países. A Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (FIERGS), por meio do Centro Internacional de Negócios (CIN-RS), organizou e coordenou uma missão ao evento que contou com 24 participantes gaúchos, sendo 14 empresas – cinco delas expositoras no pavilhão brasileiro – e quatro entidades. Mais de 123 mil pessoas, de 130 países, visitaram a feira.

A Feira Anuga, que terminou nesta quarta-feira (11), recebeu um número recorde de expositores em 2017: 7,4 mil – sendo 90% estrangeiros –, de 107 países. Cerca de 165 mil visitantes (75% deles de fora da Alemanha) de 198 nações circularam pelos estandes. A missão empresarial liderada pela FIERGS ao evento na cidade de Colônia esteve em quatro visitas técnicas: à indústria de bebidas Sinalco; ao supermercado Markthalle Krefeld, com conceitos inovadores de varejo; à indústria de laticínios Molkerey Wigert; e à panificadora Merzenich-Bäckereien.

Maior evento do setor de alimentação do mundo, a Feira Anuga, que começou no sábado e termina nesta quarta-feira (11) em Colônia, Alemanha, recebe uma missão com 47 empresas – 13 gaúchas – liderada pelo presidente da Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (FIERGS), Gilberto Porcello Petry. Na visita ao pavilhão brasileiro, Petry esteve com o ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Blairo Maggi; e o presidente da Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), embaixador Roberto Jaguaribe.

O 35º Encontro Econômico Brasil-Alemanha (EEBA 2017), que será realizado entre 12 e 14 de novembro, em Porto Alegre, no Centro de Eventos da Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (FIERGS), já mobiliza os representantes de empresas que devem torná-lo um dos maiores da história.

Realizada na cidade de Colônia, na Alemanha, a Feira Anuga é o maior evento do setor de alimentação do mundo, com a apresentação de tendências e inovações. Este ano, com o tema “Saboreie o futuro”, o evento recebe, entre 7 e 11 de outubro, uma missão articulada pela Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (FIERGS) com 47 empresas, sendo 13 gaúchas. No projeto de 2017, haverá um estande coletivo integrado dentro do pavilhão brasileiro.

Noventa representantes brasileiros – 30 deles do Rio Grande do Sul, estarão na Feira Anuga 2017 entre os dias 7 e 11 de outubro. Realizada na cidade de Colônia, na Alemanha, esse é o maior evento do setor de alimentação do mundo, com a apresentação de tendências e inovações. Ao reunir expositores e visitantes de diversos países, oportuniza contatos e o desenvolvimento de parcerias de negócios. Esta edição terá como tema “Saboreie o futuro”.

A Escola Sesi de Ensino Médio de Pelotas teve mais dois trabalhos destacados em feiras de trabalhos de iniciação científica.

A Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (FIERGS), por meio do Centro Internacional de Negócios (CIN-RS), articula uma missão empresarial à Feira Anuga, entre os dias 7 e 11 de outubro, na cidade de Colônia, Alemanha. O evento é o líder mundial para a indústria, comércio e catering, e define as tendências globais, as demandas da atualidade e os rumos do setor de alimentos e bebidas. As inscrições podem ser realizadas até 11 de agosto.

A Feira de Anuga, líder mundial para a indústria, comércio e catering, define as tendências globais, as demandas da atualidade e os rumos do setor de alimentos e bebidas. Este ano, mais uma vez, a Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (FIERGS), por meio do Centro Internacional de Negócios (CIN-RS), articula uma missão empresarial ao evento, que ocorre entre os dias 7 e 11 de outubro, na cidade de Colônia, Alemanha.

Os 60 integrantes da missão prospectiva articulada pela Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (FIERGS) para a Feira de Hannover 2017 participaram nesta sexta-feira (28) do último dia do evento, na Alemanha. O grupo nacional encerra sua presença com um circuito guiado sobre eficiência energética. No balanço geral dos cinco dias de visitação técnica, o presidente da entidade, Heitor José Müller, destaca que o setor brasileiro precisa se atualizar para acompanhar o ritmo de modernização da Europa.