AV. ASSIS BRASIL, 8787, SARANDI, PORTO ALEGRE-RS | CENTRAL DE ATENDIMENTO 0800 51 8555 

Você está aqui

holanda

A questão ambiental foi um dos assuntos abordados durante a Missão Energias Renováveis e Biogás Países Baixos, liderada pelo presidente da Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (FIERGS), Gilberto Porcello Petry, esta semana, na Holanda.

O Brazil Network Day (BND) foi uma das atividades realizadas no segundo dia da Missão Energias Renováveis e Biogás Países Baixos, liderada pelo presidente da Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (FIERGS), Gilberto Porcello Petry, à Holanda, nesta terça-feira (13). Uma iniciativa da Embaixada do Brasil em Haia, o evento ocorreu na cidade de Rotterdam, com sessões plenárias reunindo palestrantes holandeses e brasileiros, e encontros de negócios com grupos do país europeu.

O resultado das exportações gaúchas revela uma grande expansão em fevereiro, na comparação com o mesmo mês do ano passado. As vendas externas totais cresceram 219,5%, somando US$ 2,98 bilhões, nesse caso contabilizada uma plataforma de petróleo e gás (P-74), no valor de US$ 1,53 bilhão. A influência exercida sobre o resultado da indústria também foi acentuada (+221%, totalizando US$ 2,72 bilhões).

Começa na segunda-feira, dia 12, a Missão Energias Renováveis e Biogás Países Baixos, que leva mais de duas dezenas de representantes de empresas, entidades e municípios gaúchos à Holanda. Durante os cinco dias de permanência no país europeu, um destacado produtor e distribuidor de petróleo e detentor de grande reserva de gás natural, os participantes acompanharão apresentações do governo holandês, de agências locais, cooperativas e fundações. 

Representantes de empresas, entidades e municípios gaúchos participam, a partir de 12 de março, da Missão Energias Renováveis e Biogás Países Baixos, organizada pela Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (FIERGS), por meio do Centro Internacional de Negócios (CIN-RS).

Representantes de empresas e entidades gaúchas do setor de energias renováveis e biogás participam, entre 12 e 16 de março, de uma missão aos Países Baixos, organizada pela Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (FIERGS). O objetivo é promover a atração de investimentos para o Estado e buscar potenciais parceiros no mercado holandês. A programação prevê apresentações do governo da Holanda, de agências locais, cooperativas e fundações daquele país.

A consagrada eficiência logística holandesa foi apresentada a empresários e políticos gaúchos nesta terça-feira, na FIERGS. Uma comitiva do país europeu participou de um seminário explicando os motivos e as ações que tornaram o 59º país do mundo em população no oitavo principal centro comercial do planeta, em que 30% da força de trabalho atua na área comércio e logística.

Os holandeses vêm ao Estado para conhecer, trocar informações e fazer negócios nos setores de logística e transporte. Em agosto passado, na visita dos gaúchos ao país, foi assinada carta de cooperação com o governo do Estado para o desenvolvimento de portos e transporte fluvial no Rio Grande do Sul. Durante o dia ocorrem palestras e rodadas de negócios na sede da entidade. A promoção do encontro é dos Conselhos de Infraestrutura (Coinfra), de Relações Internacionais e Comércio Exterior (Concex) e Gerência de Relações Internacionais e Comércio Exterior (Gerex) da entidade.

O cônsul geral da Holanda no Brasil, Louis Piêt, foi recebido, nesta quarta-feira (3), pelo presidente da FIERGS, Paulo Tigre, em visita à sede da entidade. Piêt está no Brasil há três meses e sua vinda ao Rio Grande do Sul teve como objetivo conhecer um pouco mais sobre o Estado e sua economia.

Industrial representa CNI na missão empresarial promovida pelo governo federal

O presidente da FIERGS, Paulo Tigre, representa a Confederação Nacional da Indústria (CNI) na delegação brasileira que está na Holanda, nos dias 10 e 11 de abril. O objetivo é estreitar as relações comerciais entre as duas nações, que já atingem mais de US$ 9 bilhões de dólares. O foco principalmente será nas áreas de energia, portos, agronegócio, transporte e logística.