AV. ASSIS BRASIL, 8787, SARANDI, PORTO ALEGRE-RS | CENTRAL DE ATENDIMENTO 0800 51 8555 

Você está aqui

pequena e média indústria

Debater ideias e oportunidades para elevar a produtividade e o acesso a mercados adaptados à realidade das empresas de pequeno e médio porte. Esse foi o objetivo da segunda edição do Seminário da Pequena e Média Indústria, realizado pela Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (FIERGS), por meio do Conselho da Pequena e Média Indústria (Copemi), nesta terça-feira (22). “Queremos provocar nossas indústrias a serem proativas, buscando retomar o protagonismo do nosso desenvolvimento”, declarou o coordenador do Copemi, Marlos Schimdt, durante a abertura do evento. 

O embaixador da França no Brasil, Michel Miraillet, disse nesta quinta-feira (1º), durante visita à Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (FIERGS), que o presidente Emmanuel Macron lhe incumbiu de incrementar as relações comerciais e econômicas em todas as áreas com o Brasil. “Isso não se resume apenas a São Paulo e Rio de Janeiro, precisamos aumentar nossa presença no Rio Grande do Sul, Estado atraente por seu desenvolvimento e recursos humanos de alto nível”, disse Miraillet, que foi recebido pelo presidente da FIERGS, Gilberto Porcello Petry.

A multinacional francesa Lactalis, a maior no segmento de lácteos no mundo, inaugurou, nesta quarta-feira (28), a nova linha da unidade de Teutônia, onde serão produzidos leite UHT em garrafas PET, além de manteigas especiais. A inauguração é resultado de um investimento de R$ 104 milhões, anunciado em 2016, durante a missão internacional liderada pelo governador José Ivo Sartori à França, que contou com a presença também, na ocasião, do atual presidente da FIERGS, Gilberto Porcello Petry. “Estive no anúncio desses recursos, em Paris, e essa missão se materializou.

O ano de 2018 começa bem para a indústria gaúcha, aponta a Sondagem Industrial, divulgada nesta terça-feira (27) pela Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (FIERGS). O índice que mede a evolução da produção alcançou 52,8 pontos em janeiro, o que denota um crescimento em relação a dezembro de 2017. Desde 2013, o índice não ficava acima de 50 pontos no primeiro mês do ano. Da mesma forma, o emprego (53 pontos) mostrou o primeiro crescimento no mês em oito anos. “O cenário de recuperação deve persistir nos próximos meses.