AV. ASSIS BRASIL, 8787, SARANDI, PORTO ALEGRE-RS | CENTRAL DE ATENDIMENTO 0800 51 8555 

Você está aqui

reforma trabalhista

O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, disse nesta sexta-feira (10), na Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (FIERGS), que o País começa a mudar em função de uma agenda intensa de reformas estabelecida pelo governo. “Saímos da recessão mais longa da história.

As micro e pequenas empresas representam 27% do Produto Interno Bruto e 54% dos empregos no Brasil, segundo dados do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae). Para debater o futuro tributário dessas companhias, por conta das mudanças previstas na Lei Complementar 155/2016, foi realizado um evento dos Conselhos da Pequena e Média Indústria (Copemi) e de Assuntos Tributários, Legais e Cíveis (Contec) da Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (FIERGS) nesta quinta-feira. 

A Modernização Trabalhista, em vigor no País a partir de 11 de novembro, dinamiza e representa um grande avanço nas relações entre contratados e contratantes, abrindo caminho para a retomada dos empregos. A posição é da Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (FIERGS), para quem a desburocratização nas relações de trabalho valida a negociação coletiva e reduz o cenário de insegurança jurídica.

O ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira, afirmou durante palestra realizada nesta segunda-feira (30), na Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (FIERGS), que a modernização da legislação trabalhista aprovada pelo Congresso Nacional está baseada em três eixos. O primeiro deles é consolidar direitos de contratados e contratantes. O segundo trata-se da segurança jurídica, dando aos acordos coletivos força de lei.

Terceirização, jornada de trabalho e a valorização do negociado sobre o legislado foram alguns dos temas em debate, nesta terça-feira (5), no Teatro do Sesi, no evento “Reforma Trabalhista – O que muda?”, realizado pela Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (FIERGS) com apoio do Sindicato dos Hospitais e Clínicas de Porto Alegre (Sindihospa). Cerca de mil participantes ouviram juiz, desembargadores, advogados e empresários sobre a aprovação da Lei 13.467/2017, que entra em vigor em novembro.

Será na próxima terça-feira, 5 de setembro, o evento “Reforma Trabalhista – O que muda?”.

O presidente da Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (FIERGS), Gilberto Porcello Petry, foi um dos palestrantes do Debate Nacional da Reforma Trabalhista, na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul. O painel, realizado nesta sexta-feira (25), teve como tema "O Trabalho em Reforma: velhas formas de trabalho demandam a Reforma?". As novas regras sancionadas pelo governo Federal, em 13 de julho, entram em vigor em novembro. As alterações concentraram-se em três eixos: consolidação de direitos, segurança jurídica e geração de empregos.

A aprovação da proposta da Reforma Trabalhista pelo Congresso Nacional, na visão da Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (FIERGS), representa um grande avanço para a dinamização das relações trabalhistas com impacto positivo no ambiente de negócios, abrindo um caminho para a retomada dos empregos. Ela moderniza e desburocratiza as relações do trabalho, diz o presidente da FIERGS, Heitor José Müller: “É um almejado avanço para validar a negociação coletiva e reduzir o cenário de insegurança jurídica nas relações do trabalho.” 

O presidente da Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (FIERGS), Heitor José Müller, proferiu palestra no Centro das Indústrias, Comércio e Serviços de Bento Gonçalves, nesta quarta-feira. O tema do encontro com empresários foi “O Brasil na Travessia 2017/2018”. Müller realizou uma análise dos meses do governo Temer, abordou as perspectivas para o segundo semestre e defendeu as Reformas Trabalhista e Previdenciária. 

Com a relevância dos debates sobre reforma trabalhista ganhando destaque em todo o Brasil e com o objetivo de colaborar com as indústrias gaúchas, a Federação das Indústrias do Rio grande do Sul (FIERGS), por meio de seu Conselho de Relações do Trabalho e Previdência Social (Contrab), promove, no dia 25 de abril, o Seminário especial Negociações Coletivas 2017. Será no Salão de Convenções da entidade (Avenida Assis Brasil, 8787 – Bairro Sarandi – Porto Alegre), das 13h às 16h.