AV. ASSIS BRASIL, 8787, SARANDI, PORTO ALEGRE-RS | CENTRAL DE ATENDIMENTO 0800 51 8555 

Você está aqui

relações trabalhistas

A aprovação da proposta da Reforma Trabalhista pelo Congresso Nacional, na visão da Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (FIERGS), representa um grande avanço para a dinamização das relações trabalhistas com impacto positivo no ambiente de negócios, abrindo um caminho para a retomada dos empregos. Ela moderniza e desburocratiza as relações do trabalho, diz o presidente da FIERGS, Heitor José Müller: “É um almejado avanço para validar a negociação coletiva e reduzir o cenário de insegurança jurídica nas relações do trabalho.” 

“Modernizar para empregar. Esta é a solução”. A Carta de Porto Alegre, um documento conjunto assinado pelos presidentes das Federações das Indústrias do Rio Grande do Sul (FIERGS), de Santa Catarina (FIESC) e do Paraná (FIEP), não deixa dúvidas. Elaborada para reforçar a posição dos empresários a respeito do que está sendo proposto pelo governo como reforma de leis trabalhistas, ela foi entregue pessoalmente ao presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Robson Braga de Andrade, nesta segunda-feira (17).

O presidente da Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (FIERGS), Heitor José Mülller, disse nesta segunda-feira (13) ao ministro do Trabalho, Ronaldo Nogueira, que uma modernização da legislação trabalhista não significa perdas de direitos ao empregado, mas permitirá equilíbrio, segurança e transparência entre as partes envolvidas e maior competitividade das empresas.

As Súmulas do TST e seus Impactos nas Relações do

Trabalho, O Custo do Trabalho e a Dimensão Econômica das Decisões Judiciais, Terceirização, Desenvolvimento Econômico e o Direito do Trabalho e 101 Propostas para a Modernização Trabalhista são alguns dos temas que estarão em debate no VII Simpósio de Relações do Trabalho, na próxima semana, entre 24 e 26 de outubro, no Hotel Serra Azul, em Gramado. A promoção

O Programa de Desenvolvimento Associativo (PDA) promove dia 25 de julho, o curso Relações Trabalhistas, destinado a empresários, na CDL Cachoeira do Sul (R. Pinheiro Machado, 2043), a partir das 13h30min e no dia 30, O Regime Tributário e a competitividade da indústria, no Sinmaqsinos (R. Lucas de Oliveira, 49, Sala 304) em Novo Hamburgo, a partir das 13h.

Especialistas abordaram as questões que envolvem as Negociações Coletivas 2013, tais como legislação e cenário econômico. O evento foi realizado Conselho de Relações do Trabalho e Previdência Social (Contrab) da FIERGS, nesta quinta-feira (11).

A Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul irá analisar o Projeto de Lei batizado como Acordo Coletivo Especial apresentado nesta terça-feira (17), em Porto Alegre, ao presidente da entidade, Heitor José Müller, pelo secretário-geral da Central Única dos Trabalhadores (CUT) e presidente do Sindicato dos Metalúrgicos do ABC paulista, Sérgio Nobre. Segundo o sindicalista, o objetivo da iniciativa é contribuir para reduzir o número de ações na Justiça do Trabalho, que prejudica empresas, trabalhadores e o próprio Estado.