You are here

Empresários debatem oportunidades de negócios com a Ásia

Debater as possibilidades de ampliação das relações comerciais entre o Estado e a Ásia foi o principal objetivo do seminário Associação de Nações do Sudeste Asiático (Asean) realizado pela Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul nesta quinta-feira (5), na sede da entidade.

O encontro reuniu embaixadores de seis países e lideranças empresariais. "Queremos identificar novas oportunidades de negócios para as empresas gaúchas e aumentar a pauta das exportações já existentes para aquele continente", explicou o coordenador do Conselho de Relações Internacionais e Comércio Exterior (Concex) da FIERGS, Cézar Muller, lembrando que apenas 2,91% das vendas externas do Estado (11,8 bilhões de dólares) foram para os 10 países que integram a Asean (Indonésia, Tailândia, Filipinas, Singapura, Malásia, Vietnã, Myanmar, Laos, Brunei e Camboja).

"É a primeira vez que o nosso grupo vem ao Brasil e visitaremos apenas o Rio Grande do Sul. Queremos nos familiarizar com a cultura comercial local, detalhando ainda o que a região tem a nos oferecer e o que podemos ofertar", afirmou a embaixadora da Tailândia, Siree Bunnag, na abertura do evento. Segundo o embaixador da Indonésia, Bali Moniaga, entre os diferenciais da Asean, uma organização regional que irá tornar-se uma zona de livre comércio até 2008, está "a agilidade na negociação de acordos comerciais e o acesso consolidado a grandes mercados, como Japão e China". Participaram ainda do seminário os embaixadores de Myanmar, Htein Win, das Filipinas, Teresita Barsana, da Malásia, Dato Ismail Mustapha e do Vietnã, Nguyen Thac Dinh.

Os embaixadores anteciparam algumas áreas com boas oportunidades imediatas de negócios para os gaúchos: papel e celulose, couro e biocombustíveis (etanol). As exportações do Estado para os países da Asean chegaram a 344 milhões de dólares em 2006 e os produtos embarcados foram tabaco, celulose, ração, couro, carne, derivados de soja, máquinas e equipamentos e bens de capital. Já as importações atingiram 155 milhões de dólares, com destaque para borracha, equipamentos de ótica e fotografia, produtos químicos orgânicos e inorgânicos e produtos de fibras sintéticas. As 10 nações do Sudeste asiático têm juntas 500 milhões de habitantes e exportam mais de 550 bilhões de dólares anualmente.

Balança Comercial do RS com o ASEAN (10 países):

-Exportações do RS para ASEAN - US$ 343,933 milhões

-Importações do RS dos ASEAN - US$ 155,570 milhões

-Saldo (superavit) do RS - US$ 188,363 milhões

Total das Exportações:

-Brasil - US$ 137 bilhões

-RS - US$ 11,8 bilhões

-Asean - US$ 551 bilhões

Outros Dados:

-Do total das exportações do RS, 2,91% são para Asean

-Do total das importações do RS, 1,32% são provenientes dos países da Asean

-Do total exportado pelo Brasil, 2,3% são para Asean

-Do total importado pelo Brasil, 4,28% são da Asean

-Das exportações do RS para os países da Asean, 24% são para a Indonésia

-Das importações feitas pelo RS, 36% são da Malásia

-Principais produtos exportados pelo RS para Asean: tabaco, celulose e papel, ração, couro, carne, derivados de soja, bens de capital e máquinas e equipamentos.

-Principais produtos importados pelo RS dos países da Asean: borrachas, bens de capital, equipamentos de ótica e fotografia, produtos químicos orgânicos e inorgânicos e produtos de fibras sintéticas

Publicado Thursday, 5 July 2007 - 12h00