You are here

A nova diretoria do Sindicato das Indústrias Químicas no Estado do Rio Grande do Sul (Sindiquim) tomou posse nesta quinta-feira (4) para o período de 2019–2022. O empresário Newton Mario Battastini assume pela terceira gestão consecutiva o comando do sindicato. Ele e a nova diretoria foram empossados pelo presidente em exercício da Federação das Indústrias do Estado do Rio Grande do Sul (FIERGS), Gilberto Ribeiro. “Sem dúvida, vivemos dias que desafiam as entidades de classe. Tivemos um primeiro semestre perdido na economia. E tudo indica que o esperado crescimento das atividades produtivas está adiado para 2020, mas não podemos perder a crença no País que queremos e no Rio Grande do Sul que merecemos”, declarou Ribeiro, durante a cerimônia de posse. 

Uma das principais apostas do setor é a consolidação do Polo Integrado da Química Montenegro e Triunfo. “No polo petroquímico temos uma área disponibilizada pelo governo do Estado, de aproximadamente 700 hectares, todos eles divididos em cinco ou oito hectares, e aptos para a instalação de indústrias químicas. Temos matérias-primas de fácil acesso e, no momento em que nós tivermos o nosso gás regularizado, esse processo será acelerado”, projeta Newton Mario Battastini. Em relação ao momento que vive o setor, há boas perspectivas. “A área de cosméticos é uma das que está mais evoluindo atualmente. A de saneantes está estabilizada e a petroquímica também está bem. A área de adesivos tem uma boa perspectiva e a de tintas deve melhorar agora quando voltarem os investimentos para a construção civil”, comenta o presidente do sindicato. Fundado em 1941, o Sindiquim representa cerca de 700 empresas.

Publicado Friday, 5 July 2019 - 3h38