You are here

A missão anual dos embaixadores dos Estados Membros da União Europeia no Brasil começou seu roteiro pelo Estado, nesta quinta-feira (5), em um encontro com industriais gaúchos na sede da Federação das Indústrias do Estado do Rio Grande do Sul (FIERGS). “Muito da tradição deste Estado e a sua cultura empreendedora foram herdadas da Europa, pelas migrações que se deram ao longo da história rio-grandense. Aprendemos, assim, desde cedo, a conhecer e reconhecer as potencialidades e a capacitação das economias representadas pelos embaixadores que hoje nos visitam”, disse o presidente da FIERGS, Gilberto Porcello Petry, em sua saudação na abertura do evento “Acordo Mercosul-UE – desafios e oportunidades”.

Ao longo dos 20 anos de negociação do acordo Mercosul – União Europeia, salientou Petyry, a FIERGS tem participado ativamente da Coalizão Empresarial Brasileira (CEB) da Confederação Nacional da Indústria, defendendo e  auxiliando as empresas a se posicionarem em relação às oportunidades e eventuais dificuldades dessa integração. O presidente lembrou que a FIERGS foi pioneira em missões empresariais a Feiras na Europa, desde a década de 80, e também que a indústria gaúcha é a segunda mais diversificada do País, com 22 segmentos, desde a agroindústria até a microeletrônica. No ano passado, a União Europeia foi o segundo destino das exportações gaúchas (US$ 4,1 bilhões) e a quarta origem das importações do Rio Grande do Sul (US$ 1,6 bilhão).

Acordo Mercosul-União Europeia

Embaixadores e representantes da Alemanha, Áustria, Bélgica, Chipre, Croácia, Dinamarca, Eslovênia, Espanha, Finlândia, Grécia, Irlanda, Luxemburgo, Países Baixos, Polônia, Portugal, República Tcheca, Romênia e Suécia participaram do encontro, liderados pelo embaixador da União Europeia no Brasil, Ignacio Ybañez Rubio. “Fazemos essas visitas uma vez por ano em um Estado diferente do Brasil. A razão de escolhermos o Rio Grande do Sul desta vez é porque agora finalizamos a negociação da União Europeia com o Mercosul. A ideia é aproveitar a localização do Estado no ponto de vista dos países do Mercosul e a relação com a União Europeia, e também falar do acordo e as oportunidades que vai proporcionar”, explicou Rubio, lembrando igualmente o fato de o Estado possuir uma economia diversa tanto na indústria quanto no agronegócio.

Representando a Confederação Nacional da Indústria (CNI), o presidente da Coalizão Empresarial Brasileira (CEB), Reginaldo Arcuri, afirmou que o local escolhido pelos embaixadores para o encontro deste ano é um dos Estados do País onde a indústria melhor se faz representar, assim como a embaixadora Eliana da Costa e Silva Puglia, do Escritório de Representação do Ministério das Relações Exteriores no Rio Grande do Sul (Eresul), ao reforçar que a missão “não poderia ter escolhido um Estado melhor”, já que o Rio Grande do Sul potencializa todas as oportunidades para a indústria, além de um agronegócio dinâmico.

O secretário adjunto de Desenvolvimento Econômico e Turismo do Estado, Rubens Bender, representou o governador Eduardo Leite no evento.

Crédito fotos: Dudu Leal

Publicado Thursday, 5 December 2019 - 7h06