AV. ASSIS BRASIL, 8787, SARANDI, PORTO ALEGRE-RS | CENTRAL DE ATENDIMENTO 0800 51 8555 

Você está aqui

Sesi-RS forma 2 mil na Educação de Jovens e Adultos 

Ensino

Os 280 alunos da Educação de Jovens e Adultos do Sesi-RS que receberam o diploma na noite de quinta-feira no Teatro do Sesi em Porto Alegre, representaram os 1.484 que terminaram o Ensino Médio e os 578, do Ensino Fundamental,  de todo o Estado. “A formatura encerra uma conquista e, ao mesmo tempo, dá início a um novo ciclo de oportunidades. Parabéns pelo esforço de cada um. Parabéns pelo apoio dos familiares e das indústrias onde trabalham. Parabéns ao Sesi por oferecer novas perspectivas aos industriários e seus dependentes através do ensino  a distância”, afirmou em seu depoimento o vice-presidente da FIERGS, Gilberto Ribeiro, representando o presidente Gilberto Porcello Petry. “Sem educação de qualidade, o Rio Grande do Sul e o Brasil não se desenvolverão. Usando as novas tecnologias, o Sesi consegue ampliar o acesso e facilitar o aprendizado” lembrou.

Gilberto Ribeiro destacou ainda as ameaças de corte ao Sistema S. “O futuro ministro da Economia disse, esta semana, que cortará no mínimo 30% dos recursos destinados ao Sesi, Senai e aos demais “Ss” dos outros setores econômicos. Caso isto ocorra, o impacto no Sesi e no Senai em todo o País será de 1 milhão e 100 mil jovens que ficarão sem cursos profissionalizantes; 317 escolas serão fechadas, desabrigando 498 mil alunos que estão hoje nas salas de aula”, ressaltou ele. “Não se pode cortar o desenvolvimento : o Brasil cresce com o Sistema S”.

Os alunos que se formaram no Teatro do Sesi foram dos polos de Porto Alegre, Canela, Gravataí, Igrejinha, Novo Hamburgo e Parobé. Além destes, o Sesi-RS conta com a EJA em outros 11 polos presenciais: Pelotas, Bagé, Caxias do Sul, Erechim, Farroupilha, Guaporé, Lajeado, Panambi, Passo Fundo  e Rio Grande. A EJA do Sesi tem como diferencial a sua metodologia, que visa ao mundo do trabalho e à solução de problemas. Os assuntos em sala de aula são contextualizados no dia a dia, para que o aluno perceba a aplicabilidade do conhecimento que o auxilie no encontro de soluções. Em 2018, o Sesi EJA, que é gratuito para trabalhadores da indústria e seus dependentes, registrou mais de 10 mil matrículas.

Cristiano Alves, de Gravataí, voltou a estudar depois de 20 anos que tinha deixado os livros para se dedicar ao futebol. “Como este objetivo não deu certo, tive que começar a trabalhar. No trabalho, tive a necessidade de me qualificar e para isto, precisava terminar o ensino médio. Sem a EJA do Sesi não teria condições nem financeira e nem de tempo. A partir de agora é uma nova etapa”, explicou. “O sonho é o grande combustível da nossa vida”, disse o superintendente do Sesi-RS, Juliano Colombo. “Temos que estar sempre abertos e buscando o conhecimento”, lembrou. 

MATRÍCULAS
As matrículas estão abertas para 2019 e as aulas iniciam dia 18 de fevereiro e os alunos devem ter mais de 18 anos. Os interessados devem ir ao polo ou escola de interesse com certidão de casamento ou nascimento, histórico escolar original, carteira de identidade, CPF e carteira de trabalho para comprovar o vínculo com a indústria para a gratuidade.


Crédito foto: Dudu Leal