AV. ASSIS BRASIL, 8787, SARANDI, PORTO ALEGRE-RS | CENTRAL DE ATENDIMENTO 0800 51 8555 

Você está aqui

Talentos em Debate discute oportunidades

Seminário
Resultados. Isto é o que todos buscam. Mas para chegar até ele precisamos de um caminho. “O mais importante é a trajetória”. Foi sobre a trajetória que o coach Alexandre  Prates falou na palestra que encerrou o Talentos em Debate, evento promovido  pelo Instituto Euvaldo Lodi (IEL-RS), nesta terça-feira (27), na Unisinos, em São Leopoldo. Os caminhos são  três: engajamento, profundidade e produtividade. “O primeiro é importante para o envolvimento, o segundo busca o conhecimento e deixa a pessoa segura para tomar as decisões certas que trarāo o terceiro. A consequência é o resultado”, explicou Prates. O evento debateu oportunidades e carreiras com base em cenários, novos mercados e histórias empreendedoras. O objetivo foi  levar o público a refletir sobre futuro  profissional  e possibilidades.
 
As possibilidades da indústria  de games  foi o que o criador da Learn 4fun, Felipe Frosi, apresentou em sua palestra. Conforme ele, em 2015 a indústria de games movimentou US$ 23,5 bilhões. “As oportunidades são muitas no Brasil. Há um caminho natural acontecendo”, destacou ele. “Podem tentar desviar a gente do caminho, tentar te fazer desistir, mas com persistência a recompensa virá “.
 
A diretora de investimentos da Wow Aceleradora, Cristiane Ribeiro Mendes, ressaltou que o principal  aspecto é o empreendedor. “Ele é muito mais importante que o empreendimento. Observamos tanto as habilidades técnicas como comportamentais, a força dele para construir um negócio, desenvolver um time e sensibilizar o networking”. Cristiane abordou o Mundo das Startups: o equilíbrio entre sonhar e executar.
 
Os 1,3 mil inscritos ainda assistiram às palestras do diretor da Publi, Guilherme Alf, que falou sobre Como Tirar Ideias do Papel, e do engenheiro elétrico e empreendedor Igor Oliveira, sobre O Futuro das Coisas  Inteligentes IOT, DIY, Cowdfunding, Senso de Coletividade dentro da tecnologia.
 
A programação do Talentos em Debate contou ainda com oficinas com temas como Indústria 4.0, Carreira: Tendência e Trabalhabilidade, Evolução: incrementando para o sucesso, entre outras que movimentaram cerca de 600 pessoas.