AV. ASSIS BRASIL, 8787, SARANDI, PORTO ALEGRE-RS | CENTRAL DE ATENDIMENTO 0800 51 8555 

Você está aqui

alemanha

Ao longo dessa semana, uma comitiva de 30 empresas brasileiras, 15 delas gaúchas, liderada pelo presidente da FIERGS e vice-presidente da CNI, Gilberto Porcello Petry, participou da Feira de Hannover, na Alemanha. Durante o evento, além de acompanhar a maior feira industrial do mundo, que contou com 75 países e 6,5 mil expositores, e terminou nesta sexta-feira tendo recebido 215 mil visitantes, Petry participou de agenda com empresários da Alemanha e dos Emirados Árabes Unidos.

O Global Manufacturing & Industrialisation Summit (GMIS) é uma iniciativa do governo dos Emirados Árabes Unidos, em conjunto com a Organização para o Desenvolvimento Industrial das Nações Unidas (Unido), e reúne as inovações de grandes grupos em manufatura e processos de industrialização.

Uma missão com 30 empresas, 15 delas gaúchas, participa da Feira Industrial de Hannover, na Alemanha, entre 1º e 5 de abril. No principal evento mundial de tecnologia para o setor, o grupo terá a oportunidade de manter contato com parceiros internacionais e inovações voltadas à união do mundo virtual com o real, assim como a melhorias de processos, especialmente nas áreas de Automação Integrada, Movimento e Direção; Indústria Digital; Energia; Fornecimento Industrial; Pesquisa e Tecnologia; Tecnologia a Vácuo e Ar Comprimido.

Com o tema central “A Indústria Integrada e os Desafios da Quarta Revolução Industrial (Indústria 4.0)”, a Feira Industrial de Hannover 2019 ocorre entre 1º e 5 de abril, na Alemanha. A Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (FIERGS), por meio do Centro Internacional de Negócios, em parceria com o Sebrae-RS, organiza uma missão empresarial ao evento, levando os participantes a circuitos guiados, visitas técnicas e encontros de negócios. O visitante será apresentado às principais tendências do setor na atualidade.

Principal evento internacional de tecnologia para a indústria, a Feira de Hannover 2018 ocorre em abril, na Alemanha, com o tema Indústria Integrada – Conectar e Colaborar, promovendo a interação entre automação e tecnologia de energia, plataformas de TI e inteligência artificial.

Realizada em Düsseldorf, na Alemanha, a Feira Médica 2017 contou este ano com 5,1 mil expositores, de 66 países. A Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (FIERGS), por meio do Centro Internacional de Negócios (CIN-RS), organizou e coordenou uma missão ao evento que contou com 24 participantes gaúchos, sendo 14 empresas – cinco delas expositoras no pavilhão brasileiro – e quatro entidades. Mais de 123 mil pessoas, de 130 países, visitaram a feira.

O 35º Encontro Econômico Brasil-Alemanha (EEBA 2017) finalizou sua programação com números e percepções otimistas. O futuro das relações comerciais entre as indústrias dos dois países foi projetado a partir do protagonismo de Brasil e Alemanha em seus blocos econômicos, Mercosul e União Europeia, respectivamente.

Os seis debatedores do Fórum “Parceria em PMEs: Ambiente de negócios e facilitação de comércio” realizado durante o 35º Encontro Econômico Brasil-Alemanha (EEBA 2017), na Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (FIERGS), foram unânimes em elencar a tributação brasileira e a burocracia dos dois países como entraves para os negócios. Como destacou a moderadora, a jornalista do Die Welt/Welt-Gruppe, Hildegard Stausberg, a questão das pequenas e médias empresas no mundo é um grande elefante branco, em que muito se discute, mas pouco é concretizado.

As atividades do primeiro dia do 35º Encontro Econômico Brasil Alemanha também tiveram espaço para confraternizações entre os participantes. Ao final da agenda de reuniões de negócios, fóruns temáticos e debates, na segunda-feira (13), o evento reuniu 1,5 mil convidados especiais para conhecer produtos típicos da gastronomia gaúcha, especialmente a produção de itens que já são exportados para diversos mercados europeus, como vinhos, espumantes e carnes.