AV. ASSIS BRASIL, 8787, SARANDI, PORTO ALEGRE-RS | CENTRAL DE ATENDIMENTO 0800 51 8555 

Você está aqui

argentina

As constantes e cada vez mais restritivas barreiras enfrentadas pelos exportadores brasileiros em suas relações de comércio com a Argentina formam um cenário de insustentável perda financeira e crescente tensão política. Os vários aspectos dessa realidade serão analisados por renomados especialistas dos dois países no seminário "A realidade econômica e as perspectivas comerciais da relação Brasil-Argentina".

"Acredito que uma série de problemas recentes que temos tido nas relações comerciais com a Argentina estão ligados ao período eleitoral do país vizinho, pois muitas medidas econômicas restritivas tinham como objetivo a conquista de votos. Agora reeleita, Cristina Kirchner deve rever uma série de atos. Essa é a expectativa do setor industrial gaúcho", afirmou o presidente da Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (FIERGS), Heitor José Müller, ao avaliar o resultado das eleições argentinas, encerradas no domingo (23).

O posicionamento do setor industrial gaúcho em relação às barreiras argentinas foi encaminhado pela Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (FIERGS) ao ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), Fernando Pimentel, na sexta-feira (12).

O presidente da Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (FIERGS), Paulo Tigre, enviou manifestação ao ministro do Desenvolvimento, Indústria e Comércio, Fernando Pimentel, pedindo ação urgente contra as restrições impostas pela Argentina à compra de produtos brasileiros, através da aplicação de licenças não automáticas. Conforme Tigre, além desta questão pontual, o governo brasileiro precisa buscar soluções permanentes para o relacionamento bilateral.

Empresários e representantes de entidades ligadas ao setor de exportação e importação no Estado abordaram, nesta terça-feira (dia 4), o SML − Sistema de Pagamentos em Moeda Local entre Brasil e Argentina. O seminário, promovido pela Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul, por meio do Conselho de Relações Internacionais e Comércio Exterior (Concex), foi realizado na sede da FIERGS.

Seminário discute o comércio bilateral entre os dois países

Abordar aspectos técnicos do acordo SML − Sistema de Pagamentos em Moeda Local entre Brasil e Argentina, é o tema do seminário promovido pela FIERGS por meio do Conselho de Relações Internacionais e Comércio Exterior, em 4 de novembro, na sede da entidade. Instituído no início de outubro, o acordo possibilita a liquidação das operações comerciais entre os dois países em suas respectivas moedas locais, eliminando a utilização do dólar nas transações de comércio internacional.