AV. ASSIS BRASIL, 8787, SARANDI, PORTO ALEGRE-RS | CENTRAL DE ATENDIMENTO 0800 51 8555 

Você está aqui

comitiva

O presidente da Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul, Gilberto Porcello Petry, está em Durham, Inglaterra, liderando uma missão empresarial gaúcha àquele país. O primeiro dia da comitiva foi na Escola de Negócios da Universidade de Durham, onde ocorreu um seminário com Petry como convidado especial e apresentou os atrativos do Rio Grande do Sul para investimentos daquele país.

Uma agenda de seminários, visitas técnicas e rodadas de negócios está prevista para a comitiva empresarial, liderada pelo presidente da Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (FIERGS), Gilberto Porcello Petry, que participa, entre 9 e 16 de março, da Missão Internacional à Durham, Inglaterra. A promoção é da FIERGS, por meio do Centro Internacional de Negócios (CIN-RS), em parceria com o Sebrae-RS e a Durham University.

Uma comitiva de 45 empresas brasileiras, 15 delas gaúchas, de nove estados do País, participa de 21 a 25 de outubro, da missão à Feira Sial Paris 2018. O salão internacional, realizado a cada dois anos, é um dos principais eventos mundiais para o setor de alimentos e bebidas, tendo foco especial na inovação de produtos.

Uma comitiva de Nova Prata esteve na sede da Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul nesta terça-feira (20). Durante a visita ao presidente da entidade, Gilberto Porcello Petry, foram abordados projetos do Serviço Social da Indústria focados na melhoria da qualidade da educação no Estado. Neste sentido, será avaliada a possibilidade de instalação de um polo de Educação de Jovens e Adultos (EJA) na cidade.

O Serviço Nacional de Aprendizagem lndustrial (Senai-RS) recebeu esta semana uma comitiva de nove pessoas do Projeto de Apoio à Formação Profissional no Haiti, liderada pela representante do Instituto Nacional de Formação Profissional e Técnica (INFP) daquele país, Maguy Durcè. Além do INFP, também participam do grupo representantes do Senai Nacional, Agência Brasileira de Cooperação (ABC), Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (Pnud), e o presidente da Câmara de Comércio e Indústria do Haiti, Pierre Antoine Borgat.

Principal evento de comércio exterior da região, a 17ª Conferência de Comércio Internacional da Costa do Golfo, entre 3 e 6 de abril, em New Orleans (EUA), terá a participação de uma comitiva da Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (FIERGS). Este ano, o tema é “Fazendo Negócios com o Brasil”, com foco no setor da saúde, portos e hidrovias. O objetivo é compartilhar práticas e políticas, explorar as oportunidades de cooperação bilateral e fortalecer os investimentos.

Uma comitiva chinesa esteve na FIERGS, nesta quarta-feira (11), recebida pelo coordenador do Conselho de Relações Internacionais e Comércio Exterior (Concex), Cezar Müller. A reunião foi pautada pela possibilidade de novas oportunidades de negócios, “tanto para a China como para o Brasil, em um momento de incertezas na política internacional”, como destacou o cônsul geral em São Paulo, Song Yang.

Uma comitiva liderada pela presidente Dilma Rousseff está na China com o objetivo de mostrar que o Brasil tem produtos de qualidade para vender aos asiáticos. De acordo com o Ministério das Relações Exteriores, 24 empresas e 10 entidades empresariais integram o grupo, entre eles o presidente da FIERGS e do Conselho de Integração Internacional da CNI, Paulo Tigre.

Uma comitiva do Sistema FIERGS, liderada pelo presidente Paulo Tigre, participa de atividades em Rio Grande e Pelotas, na quarta e quinta-feira (17 e 18 de junho). Na primeira, foi realizado um encontro com empresários do município, no Centro das Indústrias de Rio Grande. A comitiva da entidade também visitou o superporto e o distrito industrial, além das unidades de Sesi e Senai.

Encontro debateu oportunidades de negócios

As oportunidades comerciais entre o Rio Grande do Sul e a China foram debatidas na FIERGS, durante a quarta-feira (20). Industriais gaúchos receberam uma delegação com 18 chineses, composta por representantes da Associação de Tratamento Térmico, do governo e da Universidade de Shangai, além de lideranças empresariais.