AV. ASSIS BRASIL, 8787, SARANDI, PORTO ALEGRE-RS | CENTRAL DE ATENDIMENTO 0800 51 8555 

Você está aqui

concex

Perspectivas Econômicas e Oportunidades de Negócios Brasil e Argentina foi tema do evento promovido pela FIERGS, por meio do Conselho de Comércio Exterior (Concex), na quarta-feira (15). A iniciativa foi da Câmara Empresarial Argentino-Brasileira do Rio Grande do Sul (Ceab-RS), com apoio do Consulado-Geral da Argentina em Porto Alegre, Fecomércio-RS e Farsul. O cônsul-geral do país em Porto Alegre, Jorge Enrique Perren, salientou que sem o apoio das três federações empresariais, a Ceab-RS não teria se viabilizado.

A FIERGS, por meio do Conselho de Comércio Exterior (Concex), e a Câmara Empresarial Argentino-Brasileira, realizam o evento Perspectivas Econômicas e Oportunidades de Negócios Brasil e Argentina, na próxima quarta-feira (15), às 9h. Aos participantes, serão expostos temas como o mercado argentino e os setores industriais do RS atrativos para aquele país, além das perspectivas econômicas e oportunidades de negócios entre as duas nações.

Empresas gaúchas ainda podem se inscrever para o evento com o embaixador do Chile no Brasil, Fernando Schmidt, que apresentará as oportunidades de negócios para o Rio Grande do Sul surgidas a partir do acordo de livre comércio assinado entre os dois países, em novembro do ano passado. Será no dia 12 de fevereiro, às 15h30min, na FIERGS, que por meio do Conselho de Comércio Exterior (Concex)  promove o encontro juntamente com o Consulado do Chile no Estado, e apoio da Câmara de Comércio e Indústria Brasil Chile/RS.

As indústrias que tomam decisões estratégicas de ampliar vendas a partir de exportações precisam de ações assertivas para investir na construção de negócios internacionais. A Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (FIERGS), por meio de seu Conselho de Relações Internacionais e Comércio Exterior (Concex), se dedica a incentivar o esforço exportador, reconhecendo que esse é um dos meios para valorizar a produção local e desenvolver a economia gaúcha.
Licenças de importação, drawback integrado nas modalidades de suspensão e isenção e as iniciativas do governo federal para reduzir às empresas o tempo e os custos das operações internacionais foram temas debatidos, nesta terça-feira (13), durante a 43ª edição do Seminário de Operações de Comércio Exterior, na FIERGS.

Defesa comercial, a nova postura do Brasil a favor da indústria foi o tema do evento promovido pelo Sistema FIERGS, por meio do Conselho de Relações Internacionais e Comércio exterior (Concex), nesta sexta-feira (21), na sede da entidade, e teve a abertura do coordenador do Concex, Cézar Müller.

A quinta edição da reunião de interiorização do Conselho de Comércio Exterior e Relações Internacionais da FIERGS, em Santa Cruz do Sul, nesta sexta-feira, contou com lideranças empresarias e políticas do Vale do Rio Pardo. Na pauta, o panorama do comércio global e demandas regionais no contexto do comércio exterior.

Santa Cruz do Sul foi escolhida para a reunião por ser o maior centro processador de tabaco em folha do mundo.

Banners que iriam para o lixo viram acessórios nas Oficinas de Reciclagem do Sesi de Caxias do Sul. A ideia surgiu a partir do grande acúmulo de material de divulgação do próprio Sesi, que normalmente era descartado. Pensando nisso, foram contratadas professoras de artesanato (oficineiras) para ensinar à população como transformar o que seria jogado fora em bolsas, sacolas, carteiras, aventais, entre outros.

Em mais um encontro programado para fortalecer o diálogo com empresas e entidades das diferentes regiões do Estado, o Conselho de Relações Internacionais e Comércio Exterior da FIERGS (Concex) estará, na sexta-feira (16), em Santa Cruz do Sul, município que é o quinto maior exportador do Rio Grande do Sul, com 7,75% das vendas externas gaúchas.

Encontro debateu oportunidades de negócios

As oportunidades comerciais entre o Rio Grande do Sul e a China foram debatidas na FIERGS, durante a quarta-feira (20). Industriais gaúchos receberam uma delegação com 18 chineses, composta por representantes da Associação de Tratamento Térmico, do governo e da Universidade de Shangai, além de lideranças empresariais.