Você está aqui

O presidente da Federação das Indústrias do Estado do Rio Grande do Sul (FIERGS), Gilberto Porcello Petry, participou de eventos nessa quarta-feira (12), em municípios na Região Sul do Estado. Em Rio Grande, foi palestrante na reunião-almoço “Tá em Pauta”, na Câmara de Comércio , com o tema “A Economia no Centro da Política”, e participou de um encontro com o superintendente do porto da cidade. À tarde, a programação prosseguiu em reunião com empresários coordenada pelo Centro das Indústrias de Pelotas (Cipel), no Centro de Eventos da 27ª Fenadoce.

Na palestra, Petry lembrou que, ao tomar posse na FIERGS, em 18 de julho de 2017, ressaltou que a realidade mostra que o trem da economia anda em velocidade desigual comparativamente ao trem do setor público, pois enquanto as empresas buscam vendas inexistentes a fim de pagar suas contas, a máquina estatal emite títulos para quitar seus compromissos, o que aumenta estratosfericamente a dívida pública. “O que vivenciamos de lá para cá é exatamente essa diferença de velocidades”, disse o presidente da FIERGS, ao abrir a palestra.

O presidente da FIERGS disse que, no primeiro semestre de 2019, “assistimos um Governo parado em relação à economia”, que as corporações atuam forte e o esforço concentrado na Reforma da Previdência travou as demais medidas. Segundo ele, a economia brasileira estagnou, o primeiro semestre está perdido e o crescimento do País foi adiado para 2020. “O número de desempregados continua sem alteração de patamar, as previsões de PIB de 2019 caem”, ressaltou. Petry observou, porém, que não é possível julgar um governo com menos de seis meses de mandato, mas sugeriu algumas medidas que já poderiam ter sido tomadas de imediato: suspensão das NRs, correção da tabela do Imposto de Renda, lançamento de uma política industrial, crédito para ativar a construção civil, crédito via BNDES e reativação do Cartão e início efetivo da Reforma Tributária.

Petry informou que em 28 de maio. Em reunião da CNI, o secretário especial da Previdência Social, Rogério Marinho, anunciou que as 37 Normas Regulamentadoras serão revisadas ainda em junho. “O governo também lançou o decreto da Liberdade Econômica, que servirá em muito como proteção a exorbitâncias de fiscais e agentes públicos contra a iniciativa privada. Então, temos que continuar acreditando. Continuar acreditando mesmo com as novas turbulências atuais”, disse.

O presidente da Câmara de Comércio, Antônio Carlos Bacchieri Duarte, destacou a presença do presidente da FIERGS. “É o resultado do trabalho desta entidade em pautas tão importantes para o desenvolvimento da metade sul”, referiu-se Bacchieri. 

Logo após a palestra, Gilberto Porcello Petry e outros empresários se reuniram com o superintendente dos portos do RS, Fernando Estima, que apresentou o projeto de integração do Porto de Rio Grande com o Distrito Industrial. “Estamos aqui para que as lideranças que chegam ao município saiam com uma visualização do Porto do Rio Grande e dos projetos, e apresento o que estamos chamando de Porto Indústria. Uma área de 2,5 mil hectares disponíveis para atração de novos investimentos”, afirmou o superintendente. Petry colocou a FIERGS à disposição para que representantes do porto estejam na entidade apresentando a proposta em Porto Alegre. 

PELOTAS
Na reunião empresarial em Pelotas, Gilberto Porcello Petry recebeu o pedido de apoio, por intermédio do presidente do Cipel, Amadeu Pedrosa Fernandes, para algumas pautas setoriais de industriais locais e presidentes de sindicatos. Entre elas, a continuidade da mobilização em defesa da retomada das obras da BR 116 para a duplicação do trecho Guaíba/Pelotas, com a destinação de recursos suficientes para o término das intervenções na rodovia. Além disso, foi solicitada mobilização pela autorização da Usina Termoelétrica em Rio Grande e apoio à qualificação da educação, com projeto para expandir atuação do método pedagógico do Sistema Sesi de Educação para escolas da rede pública de ensino.

Publicado quarta-feira, 12 de Junho de 2019 - 17h17
30/09/2022
Educação Empresarial
30/09/2022
Institucional