Menssagem de erro

O arquivo não pôde ser criado.

Você está aqui

Confiança do industrial gaúcho é a maior em quatro anos

Indicador da FIERGS foi divulgado nesta terça-feira

Os resultados do Índice de Confiança do Empresário Industrial (ICEI-RS) deste mês, medido pela Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (FIERGS), demonstraram que os empresários gaúchos continuam otimistas em relação à evolução dos seus negócios. O indicador atingiu 60 pontos e, embora tenha registrado uma pequena queda em relação à pesquisa do quarto trimestre do ano passado, é o maior valor para abril nos últimos quatro anos. "Os números mostram que a trajetória de expansão da indústria do Estado deverá manter-se em alta nos próximos meses. Industriais confiantes tendem a aumentar a produção, os investimentos e o emprego de modo a atender o esperado crescimento da demanda", explica o presidente da FIERGS, Paulo Tigre, ao divulgar os resultados nesta terça-feira (29).

O ICEI-RS é calculado a cada trimestre a partir de outros dois índices: Condições Atuais e Expectativas. Em cada um deles o entrevistado avalia a economia brasileira e a própria empresa. Os indicadores variam de zero (o cenário pior possível) a cem pontos (o melhor). Resultados acima de 50 pontos sinalizam que os industriais estão confiantes.

De acordo com o levantamento, a queda de dois pontos no ICEI-RS ocorreu, principalmente, devido ao Índice de Condições Atuais, que recuou quatro pontos, passando de 58 na última pesquisa para 54 pontos em abril. Essa redução reflete a percepção de mudança no cenário econômico devido às dificuldades enfrentadas nos Estados Unidos, com repercussão nos indicadores financeiros brasileiros. Segundo Tigre, "o bom desempenho do mercado interno é o principal fator para o otimismo em relação à economia, superando os temores com as conseqüências da crise americana", explicou.

Já o Índice de Expectativas para os próximos seis meses manteve-se no mesmo patamar, em comparação com ao último trimestre de 2007, chegando a 63 pontos. Foi o valor mais elevado dos últimos quatro anos e revela que os industriais gaúchos estão bastante otimistas com a evolução futura da economia brasileira e de seus negócios.

Publicado Terça-feira, 29 de Abril de 2008 - 0h00
30/09/2022
Educação Empresarial
30/09/2022
Institucional