AV. ASSIS BRASIL, 8787, SARANDI, PORTO ALEGRE-RS | CENTRAL DE ATENDIMENTO 0800 51 8555 

Você está aqui

FIERGS e Fetransul alertam para consequências de nova paralisação dos caminhoneiros no País

Infraestrutura

A Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (FIERGS) e a Federação das Empresas de Logística e Transporte de Cargas no Estado do RS (Fetransul) lançaram, nesta terça-feira (4), uma nota conjunta sobre a possibilidade de nova manifestação dos caminhoneiros no País. Segundo as entidades, não há sinais concretos das lideranças da categoria de que vá ocorrer uma nova paralisação do transporte de cargas a partir de segunda-feira, dia 10. “Uma segunda paralisação com o bloqueio de estradas e consequente desabastecimento seria desastroso para toda a sociedade brasileira, multiplicando os resultados perversos já sofridos no primeiro semestre, com mais inflação e desemprego”, diz a nota, assinada pelos presidentes da FIERGS, Gilberto Porcello Petry; e da Fetransul, Afrânio Rogério Kieling.

As entidades alertam que a repetida ameaça de uma nova paralisação abre espaço para a perigosa infiltração de movimentos partidários pela proximidade das eleições gerais no País. “Apelamos aos verdadeiros líderes dos caminhoneiros autônomos para que tenham lucidez e bom senso, separando-se de grupos de desordeiros ou ideológicos, e tranquilizem a Nação neste momento importante da democracia brasileira”, reforça a nota.

Os presidentes da FIERGS e da Fetransul apelam também para que os governantes, o Judiciário e os Legislativos contribuam para a tomada de decisões que preservem a normalidade da economia nacional e promovam a serenidade que a sociedade espera dos seus Poderes Constituídos.

Leia a publicação na íntegra: