AV. ASSIS BRASIL, 8787, SARANDI, PORTO ALEGRE-RS | CENTRAL DE ATENDIMENTO 0800 51 8555 

Você está aqui

FIERGS participa de encontro com ministros sobre os impactos da paralisação dos caminhoneiros

Representatividade
Os prejuízos ao setor industrial pela paralisação dos caminhoneiros foi um dos assuntos abordados pelas entidades empresariais da região Sul do Brasil em encontro que reuniu representantes dos caminhoneiros e governo federal, nesta quarta-feira (25), em Brasília. De acordo com o presidente da Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (FIERGS), Heitor José Müller, “as consequências da falta de transporte de insumos e produtos têm chegado até a entidade diariamente, principalmente do segmento de perecíveis – o primeiro a ser atingido. As dificuldades afetam ainda o suprimento de rações animais, embalagens e peças para manufatura, entre outros. As repercussões negativas são imensas e impossíveis de serem mensuradas ainda”. A reunião foi conduzida pelos ministros da Secretaria-Geral da Presidência da República, Miguel Rossetto; dos Transportes, Antônio Carlos Rodrigues; e pela ministra da Agricultura, Kátia Abreu.
 
O presidente da FIERGS destacou ainda que entre 60% e 70% das empresas de laticínios estão sem receber a matéria-prima. O Sindicato da Indústria de Laticínios e Derivados do Estado (Sindilat-RS) ingressou com pedido de sete liminares para a desobstrução de rodovias, sendo que quatro já foram deferidas. Em relação à ação ajuizada pela Advocacia Geral da União contra o Sindicato dos Transportadores Autônomos de Bens de Rio Grande, a Justiça já determinou multa processual de R$ 5 mil por hora de permanência não autorizada em qualquer dos trechos das rodovias federais BR-293, BR-116 e BR-392, situados sob a jurisdição da Subseção Judiciária de Pelotas.
 
O tema também integrou a pauta de encontros de Heitor José Müller, na Capital Federal, com os ministros do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior, Armando Monteiro Neto; de Relações Institucionais, Pepe Vargas; e com os senadores gaúchos Ana Amélia Lemos, Lasier Martins e Paulo Paim.