AV. ASSIS BRASIL, 8787, SARANDI, PORTO ALEGRE-RS | CENTRAL DE ATENDIMENTO 0800 51 8555 

Você está aqui

relações internacionais

A FIERGS, por meio do Conselho de Comércio Exterior (Concex), e a Câmara Empresarial Argentino-Brasileira, realizam o evento Perspectivas Econômicas e Oportunidades de Negócios Brasil e Argentina, na próxima quarta-feira (15), às 9h. Aos participantes, serão expostos temas como o mercado argentino e os setores industriais do RS atrativos para aquele país, além das perspectivas econômicas e oportunidades de negócios entre as duas nações.

Sexto destino das vendas externas gaúchas, o Chile cresceu 4% no ano passado e, para 2019, a previsão é de um novo resultado positivo em sua economia, por volta de 3,5%, expansão que torna o país um mercado ainda mais atraente.

Fundo dos Emirados Árabes Unidos, com capital de US$ 4,3 bilhões, o Abu Dhabi Fund for Development (ADFD) está interessado em financiar projetos no Estado. Para isso, dois representantes do ADFD, Sharif Essa Al Suwaidi e Tariq Saeed Obaid, estiveram, nessa quarta-feira (17), reunidos com o presidente da Federação das Indústrias do Estado do Rio Grande do Sul (FIERGS), Gilberto Porcello Petry.

A Guatemala deseja intensificar suas relações comerciais com o Brasil, e o Estado é importante parceiro nesse contexto. Por isso, a ministra conselheira da embaixada do país, Lissette Ordoñez Saenz, esteve nesta quarta-feira (3), na FIERGS. Recebida pelo presidente em exercício do Centro das Indústrias do Estado do Rio Grande do Sul (CIERGS) Carlos Alexandre Geyer, Lissette agradeceu a chance de mostrar um pouco do seu país. “Países pequenos podem fazer grandes negócios”, disse.

O presidente da Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul, Gilberto Porcello Petry, está em Durham, Inglaterra, liderando uma missão empresarial gaúcha àquele país. O primeiro dia da comitiva foi na Escola de Negócios da Universidade de Durham, onde ocorreu um seminário com Petry como convidado especial e apresentou os atrativos do Rio Grande do Sul para investimentos daquele país.

Sexto destino das exportações do Rio Grande do Sul em 2018, o Chile comprou US$ 489 milhões em produtos gaúchos no ano passado, aumento de 5,58% na comparação com 2017. Ao mesmo tempo, do Brasil, foram adquiridos US$ 6,38 bilhões no período, incremento de 27% que colocou o País como quinto maior vendedor aos chilenos.

Com uma indústria siderúrgica pujante e um setor financeiro forte, responsável por 35% do PIB do país, tornando-o muito atraente para empresas  buscarem investimentos ou formas de viabilizá-los, Luxemburgo quer ampliar suas relações com diferentes nações, o que fez o governo incentivar políticas para diversificar a pauta a outros segmentos da economia.

Com uma população de mais de 10 milhões de pessoas e PIB de US$ 554,3 bilhões (per capita de US$ 44.723), o estado da Georgia, ao sudeste dos Estados Unidos, conta atualmente com mais de 40 companhias brasileiras entre as 3 mil de outros países que operam em seu território.

A agenda de internacionalização possui muitas barreiras envolvendo a infraestrutura, a logística e a tributação. Esse foi um dos assuntos abordados na terça-feira (7), no evento Sul for Export, realizado pelo Grupo Amanhã, com apoio das Federações das Indústrias do Rio Grande do Sul (FIERGS), Santa Catarina (FIESC) e Paraná (FIEP), em Florianópolis.

A XI Reunião de Cúpula Empresarial China-Lac reúne até este sábado (2), em Punta del Este, no Uruguai, 2,2 mil participantes para tratar de temas voltados às relações comerciais entre China, América Latina e Caribe. São mais de 700 empresas das três regiões no evento, além de empresários, entre eles o presidente da Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (FIERGS), Gilberto Porcello Petry, autoridades, especialistas em China e América Latina, representantes de organismos multilaterais e internacionais de financiamento.