Você está aqui

Pesquisa

Atividade da indústria gaúcha volta a crescer, aponta FIERGS

O Índice de Desempenho Industrial (IDI-RS), que mede a atividade industrial no Estado, cresceu 0,5% em agosto, na comparação com julho, quando havia caído 0,8%, na série com ajuste sazonal. Dos seis indicadores que o IDI-RS agrega, três subiram, um ficou estável e dois caíram. Compras, com uma elevação de 3,8%, exerceram o maior impacto positivo, assim como as horas trabalhadas na produção (+0,8%) e a utilização da capacidade instalada – UCI (+0,6 pontos percentuais), com o maior nível em 47 meses: 81,7% em agosto.

Atividade industrial cai no RS, mas acumulado no ano é positivo

A forte retração nas compras, de 3,7%, entre junho e julho, contribuiu para a queda de 0,8% no Índice de Desempenho Industrial (IDI-RS), divulgado nesta terça-feira (4) pela Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (FIERGS). O resultado segue as fortes oscilações ocorridas nos dois meses anteriores – cresceu 11,9% em junho e caiu 8,7% em maio –, em função da crise no transporte de cargas. “O IDI-RS mostra que a paralisação dos caminhoneiros ainda provoca consequências ao setor.

Volta a crescer intenção do industrial gaúcho de investir

Com o crescimento dos indicadores de demanda – de 57,2 em julho para 60 pontos em agosto – e de intenção de investimentos – de 47,2 para 51,8 – para os próximos seis meses, a Sondagem Industrial do RS divulgada pela Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (FIERGS), nesta segunda-feira (27), mostra o empresário do Estado mais otimista. “Uma das características marcantes do industrial gaúcho é sua capacidade de reagir positivamente frente às adversidades e, mesmo diante do atual momento econômico no País, projetar novas oportunidades e aumento da produção em um futuro breve.

Confiança do empresário gaúcho cresce, mas ainda não repõe perdas recentes

O Índice de Confiança do Empresário Industrial (ICEI-RS) de agosto, divulgado nesta segunda-feira (20) pela Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (FIERGS), detecta melhora no otimismo do setor no Estado. O ICEI-RS avançou quatro pontos em relação ao mês passado, atingindo 54,7. O resultado é ainda insuficiente, porém, para repor as perdas recentes, pois mantém o índice abaixo do patamar de maio, que foi de 56,6 pontos.

Atividade industrial recupera perdas no Rio Grande do Sul

O Índice de Desempenho Industrial (IDI-RS), que mede o nível de atividade da indústria gaúcha, obteve em junho o maior avanço mensal da série histórica, iniciada em janeiro de 2003.  Ao aumentar 11,9% em relação a maio, retirados os efeitos sazonais, superou os patamares anteriores à greve dos caminhoneiros. Porém, o resultado, divulgado nesta quinta-feira (2) pela Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (FIERGS), foi influenciado pelo episódio envolvendo os transportadores, ao incorporar a atividade represada do mês anterior ao nível normal de junho.