AV. ASSIS BRASIL, 8787, SARANDI, PORTO ALEGRE-RS | CENTRAL DE ATENDIMENTO 0800 51 8555 

Você está aqui

palestra

A Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (FIERGS), por meio do Centro Internacional de Negócios (CIN-RS), realiza na próxima quinta-feira, 16 de março, o evento “Entendendo o ATA Carnet”. A iniciativa irá esclarecer a importância e os passos para a emissão deste documento aduaneiro que permite as empresas transitar, temporariamente, entre 75 países sem a incidência de impostos.
 
O evento é gratuito com vagas limitadas. Informações pelo e-mail: cin@fiergs.org.br.
O arrefecimento da economia e do consumo interno é uma das causas apontadas pelo advogado, contador e professor da PUC/RS, Mariano Manente, e pelo atual presidente da Fundação Centro de Estudos do Comércio Exterior (Funcex), José Rubens de la Rosa,  para a internacionalização das empresas como estratégia de negócios.
O Instituto Euvaldo Lodi (IEL-RS) promove dia 22 de março o Diálogos para o Futuro 2017, a partir das 8h30min, no Centro de Eventos da FIERGS.  O workshop terá duas palestras: A Cultura do Coaching na Construção de Times de Alta Performance, pelo empresário Alexandre Prates, e Feedback e Sua Importância na Construção de Times de Alta Performance, pela ex-atleta Virna Dias.
 
Alexandre Prates  é considerado atualmente como um desenvolvedor de líderes.
As oportunidades para que as indústrias efetivem estratégias de internacionalização com sucesso precisam de investimentos e acertos. A Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (FIERGS), por meio de seu Conselho de Relações Internacionais e Comércio Exterior (Concex), programou o workshop especial “Internacionalização: os desafios e estratégias para a expansão global”, no dia 7 de março, das 14h às 18h, no Centro de Eventos da FIERGS (Av. Assis Brasil, 8787), em Porto Alegre.
A cadeia produtiva de aves, suínos e leite se reúne até esta quinta-feira (24), no Centro de Eventos FIERGS, em Porto Alegre, durante o 5º Congresso e Feira Brasil Sul de Avicultura, Suinocultura e Laticínios – Feira de Equipamentos, Serviços e Inovação (Avisulat). Na abertura oficial, realizada na noite desta terça-feira, o presidente da Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (FIERGS), Heitor José Müller, observou que a Avisulat poderia servir de modelo para os governantes do País.
Todos os elos da cadeia alimentícia gaúcha reunidos em um único evento. Promovido a partir de uma ação conjunta entre a Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul (FIERGS) e o Sebrae, o Seminário Gaúcho Gestão de Alimentos e Bebidas é uma oportunidade de aproximar produtores rurais, agroindústria e comércio.  O encontro será realizado no dia 30 de novembro, das 13h30min às 18h30min, na FIERGS (Av. Assis Brasil, 8787).
Indústrias de todo o país precisam estar atentas a uma nova obrigação tributária, prevista para ser adotada em janeiro de 2017. É o Bloco K, que exige a prestação de informações sobre os insumos de tudo o que é produzido pelas empresas. Para esclarecer quais são os impactos da medida e como ela deve ser adotada, a FIERGS promove a palestra Bloco K: Controle da Produção e do Estoque em duas edições. No dia 29 de novembro, das 13h às 18h, a atividade será realizada no Centro de Eventos da FIERGS, na Av. Assis Brasil, 8.787, em Porto Alegre.
Resultados. Isto é o que todos buscam. Mas para chegar até ele precisamos de um caminho. “O mais importante é a trajetória”. Foi sobre a trajetória que o coach Alexandre  Prates falou na palestra que encerrou o Talentos em Debate, evento promovido  pelo Instituto Euvaldo Lodi (IEL-RS), nesta terça-feira (27), na Unisinos, em São Leopoldo. Os caminhos são  três: engajamento, profundidade e produtividade.
Em tempos de crise, a perda da confiança das pessoas nos governos e no mercado gera incertezas e um sentimento de antiglobalização que os países precisam aprender a combater.
O presidente da FIERGS, Heitor José Müller, foi o palestrante da reunião-almoço da Câmara da Indústria, Comércio e Serviços de Caxias do Sul, nesta segunda-feira (30). Entre os assuntos abordados por Müller estiveram a crise política, econômica e moral, que travou a economia nacional, as 36 propostas da Confederação Nacional da Indústria (CNI) entregues ao presidente interino Michel Temer, além da pauta mínima da indústria do Rio Grande do Sul com medidas pontuais para o setor no Estado.